Diário da Serra

Polícia Civil prende quatro por garimpo ilegal

Mídia News 24/10/2019 Polícia

Acusados foram autuados em fragrante pelos policiais

Polícia Civil realizou as prisões  

Policiais civis de Apiacás detiveram quatro pessoas em flagrante nesta quarta-feira, 23 por crime ambiental, entre eles a extração ilegal de minério em uma área rural do Município.


Após investigações realizadas pela equipe da delegacia municipal de Apiacás, os investigadores realizaram diligências e constataram que em um sítio na gleba Raposo Tavares, a aproximadamente 28 quilômetros da cidade, um grupo de pessoas estava explorando uma área de floresta em busca de ouro, sem qualquer permissão legal.


De acordo com o delegado Eugênio Rudy Junior, os quatro homens foram conduzidos à Delegacia Municipal, onde foi lavrado o flagrante por crime ambiental, configurando destruição da natureza e lavra e extração de recursos minerais sem autorização.


Os detidos A.J.R., 53 anos, A.L.O., 63, L.S., 54, e C.R.C.S.J., 37, foram autuados em fragrante pelos crimes de associação criminosa, destruição de floresta nativa, poluição de qualquer natureza e extração ilegal de recursos minerais. Uma parte do sítio foi possivelmente invadida, onde foram encontradas uma casa de madeira e uma barraca e os policiais localizaram ainda uma área desmatada e queimada.


Ao questionar um dos homens que estavam no local, ele informou que há um garimpo próximo, onde foi constatada pela equipe da delegacia a extração ilegal de ouro.


Na extração do outro trabalhavam três pessoas, que afirmaram ter sido contratadas por A.L.O. Tanto o garimpo, quanto os materiais são de A.L.O., conforme informado à polícia.
 

Notícias da editoria