Diário da Serra

Deputado faz balanço dos nove meses na AL e destaca ações

Fabíola Tormes / Redação DS 03/11/2019 Política

Eleito com 19.836 votos, ele defende principalmente a saúde

Deputado estadual Dr. João

Deputado faz balanço dos nove meses na AL e destaca ações 

Os 24 deputados estaduais de Mato Grosso foram eleitos em 7 de outubro de 2018 e tomaram posse no dia 1º de fevereiro, entre eles o médico nefrologista João José de Matos (MDB), único deputado estadual eleito na região de Tangará da Serra.


Sob a bandeira da defesa da melhoria da saúde pública, da infraestrutura, das condições de vida da população e do fortalecimento da agricultura familiar, o tangaraense, eleito com 19.836 votos, tem se empenhado nos últimos meses para o cumprimento das metas. “Foi uma mudança radical na minha vida”, reflete o médico, que se afastou de suas funções na saúde para se dedicar a legislatura estadual. Assim, nesses nove meses, o deputado destaca um intenso trabalho pela saúde pública e infraestrutura.


Integrante da Comissão de Saúde, ele e outros deputados percorreram 13 hospitais regionais. “Andamos esse Estado de norte a sul, leste a oeste, conhecendo todos os hospitais regionais e fizemos um relatório individualizado de cada hospital, das necessidades de cada um deles”, destaca. O relatório dessas visitas foi entregue na quinta-feira, 31, ao governador Mauro Mendes.


Já na área de infraestrutura, Dr. João afirma que também foram muitas as ações. “Existem algumas regiões do Estado que são chamadas de ‘Vale dos esquecidos’, mas o que senti é que o vale dos esquecidos era a região do Médio Norte. Uma região rica, que produz muito, extremamente pujante, mas que estávamos ilhados. Foi então que começamos a conversar com o pessoal da Sinfra e que começou devagarinho a arrumar as nossas estradas”, relata o deputado, ao falar especialmente do trabalho que está sendo realizado na MT-358, entre Barra do Bugres e Tangará da Serra. Além das estradas, o deputado destaca a melhoria da Ponte do Tarumã, entre outras ações. “Esses nove meses eu queria até mais coisas, mas acredito que tenha um efeito positivo e não vamos parar. Vamos continuar trabalhando e pedindo”.

 

Assembleia seguirá com pautas polêmicas

Para os próximos meses, João José de Matos (MDB) afirma que os deputados estaduais terão pautas polêmicas em discussão. Entre esses projetos está o da “cota zero” para o transporte de pescado em Mato Grosso, o Plano Plurianual (PPA) de 2020 a 2023 - que dificulta possibilidades de pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) dos servidores - e a Lei Orçamentária Anual (LOA), com congelamento de receita dos poderes, entre outros.


“Temos algumas coisas polêmicas, como a Cota Zero (…) Ainda é preciso discutir bastante, porque é uma coisa muito séria e que causará um impacto muito grande, não somente aos pescadores, mas, por exemplo, a essas empresas de isca viva, de venda de produtos de pesca. Quantas empresas irão fechar?”, questiona o deputado.


Além dos projetos, o deputado destaca outras discussões importantes em andamento, como a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a concessionária de energia elétrica do Estado, a Energisa. “Teremos uma discussão muito ampla, muito séria”, garante, ao afirmar que muitas audiências publicas serão realizadas. A CPI investiga a concessionária quanto ao aumento abusivo nas contas de energia elétrica no Estado, bem como o enxugamento nos quadros de funcionários e a má prestação dos serviços concessionados.


Em números – Nestes nove meses, o deputado de Tangará da Serra apresentou 117 indicações, 65 Projetos de Lei, 38 Moções de Congratulações, 18 Moções de Aplausos, 11 requerimentos, 10 Moções de Pesar e 8 Projetos de Lei Complementar. Faz parte ainda das comissões internas de Saúde, Educação, Agropecuária e Defesa do Consumidor.
 

Notícias da editoria