Diário da Serra

Condenado por latrocínio bate carro, tenta fugir e acaba preso

Mídia News 07/11/2019 Polícia

O estado de saúde dos envolvidos é considerado grave

A pena para o crime é de até 4 anos de prisão

O latrocida Márcio Lemos de Lima, conhecido como “Marcinho do PCC”, foi preso na madrugada desta quinta-feira, 07, quando tentava fugir da cena de um grave acidente ocorrido na Avenida Couto Magalhães, região central de Várzea Grande.


Na ocasião, dois adolescentes que estavam no veículo – ambos de 17 anos – ficaram feridos e foram encaminhados pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o Pronto-Socorro da cidade. O estado de saúde deles é considerado grave.


De acordo com o boletim de ocorrência, Marcinho tentou fugir a pé após colidir o veículo contra um poste de energia elétrica. No entanto, ele acabou detido por testemunhas até a chegada da Polícia Militar.


Os policiais chegaram a encaminhá-lo ao posto da PRF (Policia Rodoviária Federal) e tentaram fazer com que o suspeito realizasse o teste do bafômetro, mas ele se recusou.


Segundo o BO, ele também estava ferido por conta do acidente e foi encaminhado também para o Pronto-Socorro, onde permaneceu internado sob observação.


Na delegacia, os policiais constaram que Marcinho tem diversas passagens criminais e deveria estar usando a tornozeleira eletrônica.


CONDENADO - “Marcinho do PCC” é considerado um criminoso de alta periculosidade. Ele foi condenado, no final dos anos 1990, a quase 50 anos de prisão por três roubos qualificados e dois latrocínios (roubo seguido de morte).
 

Notícias da editoria