Diário da Serra

Romer sugere 'Memória' como conteúdo em escolas municipais

Paulo Desidério - Redação DS 03/12/2019 Educação

Proposta só valeria após aprovação de projeto de lei na Câmara e sanção do Executivo

Educação

O vereador Romer Japonês (PSD) representou a Câmara Municipal de Vereadores de Tangará da Serra no lançamento do 7º fascículo do livro 'Memória', realizado pelo Diário da Serra no último sábado, 30, no Teatro Municipal. Em seu discurso, o parlamentar sugeriu que os livros, coletâneas de reportagens que trazem  histórias de vida de pioneiros e topônimos tangaraenses, sejam utilizados nas escolas municipais, com conteúdos inseridos na grade das aulas de história. 


"Vou dar uma sugestão ao prefeito Fábio e aos próximos prefeitos que vierem, de usar esse material nas nossas escolas municipais. É muito importante para que eles [estudantes] possam conhecer. Muito se fala de 500 anos atrás, de Pedro Álvares Cabral, mas nós também temos que falar de Tangará da Serra. Nós temos um material muito importante para falar do conhecimento dos nossos pioneiros aos nossos filhos, netos", afirmou o vereador, que teve a ideia aplaudida.
 

Romer, que não se considera pioneiro mesmo vivendo no município desde que nasceu - praticamente junto com a emancipação - relembra que já havia gente por aqui antes de Tangará da Serra ser distrito de Barra do Bugres. 


"Eu tenho 46 anos de Tangará da Serra, vivo essa história através desse fascículo. Realmente, Tangará da Serra é o que é hoje devido aos pioneiros que aqui chegaram. Nós temos esses pioneiros, mas tem pessoas que chegaram aqui nas décadas de 50, 60 e realmente fizeram o que Tangará é hoje", disse, ao parabenizar os antepassados pela garra de terem subido a serra e seguirem a diante para formar aquela que é atualmente a quinta maior cidade do estado de Mato Grosso.

Notícias da editoria