Diário da Serra

Tangaraenses poderão se cadastrar para doação de medula óssea em 2020

Paulo Desidério - Redação DS 12/12/2019 Saúde

Funcionários da Unitan passarão por capacitação e campanha está prevista para janeiro

Saúde

Os tangaraenses interessados em fazer doação de medula óssea terão o direito oferecido a partir do ano que vem pela Secretaria Municipal de Saúde. O município de Tangará da Serra buscou habilitação junto à direção geral do Hemocentro de Mato Grosso e haverá uma campanha para cadastro de novos candidatos a doação nos dias 28 e 29 de janeiro de 2020. Neste período, paralelo a campanha, funcionários da Unidade de Coleta de Tangará da Serra (Unitan) passarão por um treinamento. Com a capacitação, o cadastro de novos doadores junto ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) poderá ser feito diretamente daqui.  

 

O vereador Sebastian Ramos (PSB), autor de requerimento encaminhado ao Executivo Municipal em novembro deste ano para obtenção de informações com relação aos serviços na cidade comemorou a notícia via rede social.

 

"Recordamos que há alguns anos o município por meio da Unitan, realizou campanha para um jovem que necessitava com urgência de um transplante, naquela ocasião centenas de pessoas se sensibilizaram e formaram um fila imensa na bela iniciativa de ajudar o próximo. Sendo assim, o nosso Gabinete requereu ao município para que realizasse campanha de doação, bem como o credenciamento e habilitação do município para incentivar o aumento de doadores”, declarou.

 

Segundo dados divulgados em julho deste ano pelo Redome, o Brasil possui o terceiro maior banco de doadores de medula óssea do mundo, com número de doadores superior a 4,9 milhões. Em Mato Grosso, há quase 65 mil doadores. A doação de medula é de extrema importância e pode salvar vidas de pacientes que possuem alguns tipos de câncer e ocorre quando for constatada compatibilidade genética.

Notícias da editoria