Diário da Serra

Corregedoria Eleitoral de Mato Grosso realizará inspeções em seis zonas eleitorais em fevereiro

Assessoria TRE-MT 29/01/2020 Geral

Além das inspeções, a CRE realiza correições onde são verificadas a regularidade de 382 quesitos.

Geral

A Corregedoria Regional Eleitoral de Mato Grosso (CRE-MT) realizará no mês de fevereiro, inspeção nas zonas eleitorais situadas em Cáceres (06ª ZE), Poconé (04ª ZE), Santo Antônio do Leverger (38ª), Guarantã do Norte (44ª), Peixoto de Azevedo (33ª) e Cláudia (32ª). (Veja o calendário no final da matéria).

 

 Nas inspeções, a equipe técnica designada pela Corregedoria Eleitoral verifica a regularidade das atividades cartorárias apontando recomendações, sugestões e orientações sobre determinadas categorias de assuntos.

 

 Além das inspeções, a CRE realiza correições onde são verificadas a regularidade de 382 quesitos, divididos em 20 categorias, dentre eles: se os horários de trabalho e atendimento ao público estão sendo cumpridos; se o cartório eleitoral possui os livros indispensáveis e se eles estão devidamente escriturados; se os processos têm trâmite regular; se os requerimentos de alistamento eleitoral (confecção do primeiro título) e os formulários de atualização de situação de eleitor estão sendo preenchidos, digitados e transmitidos na conformidade com a Lei; e se existem práticas viciosas, erros, abusos ou irregularidades a serem evitadas, coibidas ou sanadas.

 

 O corregedor regional eleitoral de Mato Grosso, desembargador Sebastião Barbosa Farias explica que a inspeção e a correição têm como objetivos verificar a regularidade dos trabalhos desenvolvidos pelos cartórios com consequente aprimoramento dos serviços prestados à sociedade pela primeira instância da Justiça Eleitoral. 

 

 “Esses procedimentos não devem ser vistos como atos somente de fiscalização, tanto que hoje, adotamos a correição humanizada, que é promovida de forma integrada com a Secretaria de Gestão de Pessoas. Durante o procedimento, os servidores falam sobre as competências que precisam ser desenvolvidas, o plano de desenvolvimento pessoal e suas expectativas. Fazemos a análise do clima organizacional. É a oportunidade onde avaliamos o funcionamento dos cartórios, mas também cuidamos de nossos servidores, suas condições de trabalho e as relações socioprofissionais.  Juntos, vamos corrigindo eventuais falhas e avançamos na qualidade e na quantidade dos serviços prestados à sociedade”.

 

 

Calendário:

•             Cáceres – 05/02

•             Poconé – 06/02

•             Santo Antônio do Leverger – 07/02

•             Guarantã do Norte – 18/02

•             Peixoto de Azevedo – 19/02

•             Cláudia – 20/02

Notícias da editoria