Diário da Serra

Municípios de MT desistem de realizar Carnaval em 2020

PNB Online 03/02/2020 Cultura

Arenápolis, município que realiza festa tradicional, não terá carnaval neste ano

Cultura

Vinte e duas prefeituras municipais de Mato Grosso já confirmaram que não vão realizar Carnaval em 2020. Entre os motivos está a questão orçamentária e a suspensão de verba estadual para festa, que vinha tradicionalmente por meio de emenda parlamentar. Desde 2018 a verba deixou de ser repassada para os municípios. 

 

Entre as Prefeituras que já confirmaram a não realização está Arenápolis (a 208 km de Cuiabá), que até pouco tempo realizava um dos carnavais mais tradicionais do interior do estado. O pequeno município de menos de 10 mil habitantes já chegou a atrair cerca de 25 mil pessoas por dia de folia.

 

O atual prefeito, José Mauro Figueiredo (PSD), afirmou ao PNB Online que nos anos em que a festa aconteceu, as emendas parlamentares foram responsáveis por mais de 80% do custo total. Desde 2018 o Carnaval não é realizado na cidade. Para o prefeito, o custo-benefício não compensa para o município. 

 

“Nós fizemos uma grande festa de réveillon, que é algo mais familiar. Além disso, estamos bem servidos de festas ao longo do ano aqui na região. Esse foi um dos motivos que nos fez decidir não realizar o Carnaval novamente. Fora isso, não compensa para o município, especialmente sem as emendas parlamentares. A festa chegava a custar até R$ 300 mil”, afirmou José Mauro. 

 

Além de Arenapólis, os outros municípios que já confirmaram que não vão realizar a festa são: Brasnorte, Curvelândia, Dom Aquino, Guarantã do Norte, Ipiranga do Norte, Jauru, Juara, Juína, Juruena, Mirassol D’Oeste, Nova Canaã do Norte, Nova Guarita, Nova Maringá, Nova Mutum, Nova Ubiratã, Novo Santo Antônio, Paranaíta, Pontes e Lacerda, Rio Branco, Santa Carmem e Serra Nova Dourada. 

 

Operação Carnaval 2020

 

A manifestação da não realização do Carnaval pelos municípios foi feita à Coordenadoria de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT). O órgão encaminhou às prefeituras um termo com orientações para a realização da festa a fim de garantir maior segurança dos participantes de eventos carnavalescos e religiosos. Os municípios interessados em realizar algum evento devem se manifestar até 14 de fevereiro junto ao Crea-MT.

Notícias da editoria