Diário da Serra

Sintep declara estado de greve por 'decreto da educação’

Paulo Desidério - Redação DS 04/02/2020 Educação

Via decreto, Executivo determinou aumento do número de alunos por sala, sem diálogo

Educação

O Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep) de Tangará da Serra declarou na noite da última segunda-feira, 03, por meio de sua página no Facebook, estado de greve.


“Se aprovarem o decreto, a educação vai parar”, diz a publicação.

 

O protesto se refere ao decreto 428, de 23 de dezembro de 2019, que revoga dispositivos da Resolução número 06/08, do Conselho Municipal de Educação de Tangará da Serra. Os professores alegam que as alterações aumentaram o número de alunos nas salas de aula do município, sem que houvesse diálogo com a categoria, o que causou revolta.

 

O presidente da comissão de Educação e Esportes da Câmara Municipal, Sebastian Ramos (PSB), afirmou que o Legislativo foi procurado e se reuniu com os professores na semana passada. Um decreto legislativo foi protocolado com objetivo de sustar os efeitos do decreto do Executivo. Hoje, 04, na primeira sessão ordinária do ano, os vereadores devem discutir amplamente a situação.

 

“A partir de hoje na sessão, essas serão as discussões em torno deste tema, a reivindicação dos profissionais de educação que estão descontentes com esta alteração na resolução de 2008 do Conselho Municipal de Educação”, disse.

Notícias da editoria