Diário da Serra

Profissionais da Educação recebem treinamento de primeiros socorros

Assessoria 20/02/2020 Educação
Educação

Profissionais da Rede Municipal de Educação de Nova Olímpia estiveram reunidos em dois períodos na última terça-feira (18), em treinamento de primeiros socorros no auditório do CRAS de Nova Olímpia. A capacitação foi ministrada por oficiais do Corpo de Bombeiros de Tangará da Serra, fruto de uma parceria entre; Secretaria de Educação, Defesa Civil e Conselho Municipal de Segurança Pública de Nova Olímpia.   

 

As orientações de noções de primeiros socorros para professores e funcionários da educação é um preparativo para o atendimento de uma lei obrigatória que exige treinamento de primeiros socorros para funcionários de estabelecimentos de ensino. É o que determina a chamada “Lei Lucas” (Lei nº 13.722, de 4/10/2018), que foi publicada no Diário Oficial da União. Para a mãe do menino Lucas, Alessandra Begalli Zamora, a iniciativa vai evitar a morte de outras crianças por chamar a atenção dos pais para esse cuidado.

 

A palestra foi conduzida pelo soldado Welton com acompanhamento do sargento, Anjos do Corpo de Bombeiros de Tangará da Serra que prestaram orientações sobre; engasgamento, crise epilética, contusões, ferimentos cortantes, perfurantes outras situações comuns em um ambiente escolar.  

 

A abertura do evento foi prestigiada por representantes da parceria; Educação, secretária Débora Cristiane Ferreira, Conseg, ex-vereadora e atual presidente do Conselho de Segurança, Marina Gonçalves, Bombeiros Tangará, Sargento Anjos.

 

LEI LUCAS

Recebe o nome de Lei Lucas, em homenagem ao garoto Lucas Begalli Zamora, de 10 anos, que morreu em setembro de 2017 ao se engasgar com um lanche durante um passeio escolar. O caso aconteceu em Campinas (SP). Lei torna obrigatória a capacitação em primeiros socorros para professores. Desde então, Alessandra Zamora, mãe do menino, iniciou um movimento pela obrigatoriedade de as escolas oferecerem cursos de primeiros socorros aos funcionários. Desde março já há uma lei municipal nesse sentido em Campinas. Lei torna obrigatória a capacitação em primeiros socorros para professores da rede.

Notícias da editoria