Diário da Serra

Paciente monitorado por coronavírus piora; familiares têm orientações de saúde

RD News 27/02/2020 Saúde

Antes de chegar a Alto Taquari, onde está em isolamento, jovem passou por São Paulo e Cuiabá

Saúde

O paciente monitorado por suspeita por coronavírus em Mato Grosso, cuja identidade não foi revelada por questões éticas relacionadas à medicina, apresentou uma piora no seu estado de saúde nas últimas horas e passou a ter dores no peito. O homem está em Alto Taquari (a 483 km de Cuiabá) e vem sendo mantido em isolamento dentro da sua própria casa. Ele passou a ser monitorado a menos de 24 horas após buscar assistência médica no município, na tarde desta quarta (26), por apresentar sintomas respiratórios como febre e tosse e ter chegado de viagem à Europa nos últimos dias. 

 

Segundo informações de pessoas que trabalham na unidade médica, o paciente retornou de viagem turística à Itália, onde já morreram 12 da doença, no dia 23 de fevereiro. Circulou por São Paulo, Cuiabá e Alto Taquari e só procurou um hospital três dias depois, por sentir que os sintomas tinham agravado.

 

Ainda conforme descrição de profissionais do hospital, o paciente, que se trata de um adulto jovem, tinha sintomas que se enquadram nas condições para ser definido como suspeito de coronavírus como febre, tosse e coriza. Justamente por isso, foi colocado em “quarentena” e está sendo monitorado de perto por profissionais de saúde local.

 

Ao sair do hospital, o paciente sofreu um pequeno acidente de moto e foi socorrido por várias pessoas que estavam no local. “Há uma suspeita de que as dores no peito podem estar relacionadas a esse acidente. O rapaz já não apresenta febre, apenas tosse e coriza”, explicou uma fonte.

 

Confirmação e procedimentos

Uma nota emitida pela secretaria municipal de Saúde, de Alto Taquari, confirma que o paciente está sob monitoramento, isolado e passou por exames para diagnosticar a doença. “Os resultados para este caso, deverão sair em até 4 dias, já que o material coletado foi enviado à Cuiabá, para nosso laboratório referência. Todas as medidas adotadas são conforme protocolos do Ministério da Saúde, OMS e Escritório Regional de Saúde”, diz a nota.

 

Ainda conforme a nota da secretaria, por ser ter um quadro de suspeita da doença equipes de saúde e vigilância epidemiológica do município, bem como qualquer serviço de saúde, estão alertas aos casos de pessoas com sintomatologia respiratória.

 

“Estamos garantindo toda assistência, orientação para controle da infecção, prevenção e transmissão para contatos e sinais de alerta para possíveis complicações do quadro do paciente, que ao menor sinal, deverá retornar e ser hospitalizado imediatamente”, afirma a secretaria em nota.

 

Orientações

Como o paciente monitorado teve contato com muitas pessoas, a secretaria de Saúde de Alto Taquari orientou a população local que as medidas preventivas já que não existe medicamento ou vacina específica para combater o coronavírus,

 

Entre elas está cobrir o nariz e a boca com o cotovelo flexionado ou lenço de papel ao tossir e espirrar. Utilizar lenço descartável para higiene nasal (descartar imediatamente após o uso, realizar a higiene das mãos, bem como evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca.

 

Aqueles que tiveram contato com o paciente monitorado e vierem a ter sintomas como febre, tosse e coriza devem buscar uma unidade médica.

Notícias da editoria