Diário da Serra

Educação para em Tangará por precaução contra coronavírus

Paulo Desidério - Redação DS 17/03/2020 Educação

Instituições de todos os níveis de ensino, públicas ou particulares, estão com aulas suspensas

Educação

Como medida preventiva contra o coronavírus, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), emitiu decreto na tarde da última segunda-feira, 16, com uma série de medidas a serem obedecidas pela população. Uma das determinações abrange todo o ensino público, englobando as redes municipal e estadual e instituições de ensino superior. O documento exige suspensão das atividades de 23 de março a 5 de abril.


Após o decreto, o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) anunciou imediatamente a paralisação das atividades, estendendo a interrupção até 11 de abril. “Não há outra saída mais eficaz neste momento do que esta. A melhor prevenção agora é tomar os cuidados com higiene pessoal, como já foi dito por todos os meios de comunicação”, pontuou o diretor do campus de Tangará da Serra, Gilcelio Peres.


Mais tarde, ainda na noite de segunda, 16, a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) também determinou suspensão das atividades a partir de terça, 17, atendendo a recomendação do governo do estado. “Por enquanto, as recomendações seriam para reposição de aulas em outros períodos e as atividades serão deferidas posteriormente, até o dia 5 de abril”, destacou o diretor Magno Alves Ribeiro, ao enfatizar que se o comitê de monitoramento da instituição achar melhor prolongar a suspensão, assim será.


Uma das maiores universidades da rede privada na cidade, a Unic já havia comunicado no domingo, 16, que paralisaria as aulas da segunda, 17, até o dia 23 de março. A Faest Uniserra, outra instituição particular de ensino superior, reuniu sua coordenação pedagógica na manhã desta terça, 17. A decisão da direção da universidade foi parar por 15 dias, sendo já a partir desta quarta-feira, 18 de março, até o dia 31 de março.


MUNICÍPIO – Já nesta terça-feira, o prefeito de Tangará Fábio Martins Junqueira (MDB) também publicou decreto, alinhando a situação da educação do município com as recomendações do estado. As aulas na rede municipal serão suspensas a partir do próximo dia 23 até 5 de abril. Junqueira incluiu também na determinação as escolas da rede particular.

Notícias da editoria