Diário da Serra

Dengue supera coronavírus em número de casos e óbitos, mas COVID-19 mostra-se 100 vezes mais letal

Enfoque Business 27/03/2020 Saúde
Saúde

O coronavírus é a vedete nas manchetes da mídia brasileira neste primeiro trimestre de 2020, mas a dengue é um inimigo silencioso que já mostra números preocupantes.

 

Enquanto o país se alvoroça com 2.915 casos confirmados de contágio pelo COVID-19, a dengue já emplacou não menos que 403.532 casos notificados nas onze primeiras semanas deste ano no país. Os dados são do Ministério da Saúde e incluem as versões ‘chikungunya’ e ‘zika’. Somente em Mato Grosso, são 13.741 casos notificados.

 

As mortes por dengue somam 106, no país, nestas primeiras onze semanas. Destas, cinco foram em Mato Grosso.

 

Quanto aos casos notificados (ainda não confirmados) da doença, os índices por grupos de 100 mil habitantes são 191,07 no país. A taxa de letalidade da dengue é baixa, de 0,026%. Já em Mato Grosso, ó índice é de 394,4 casos notificados para cada grupo de 100 mil pessoas – bem superior à média nacional – e taxa de letalidade de 0,036%.

 

Dengue x Coronavírus

Instalada de vez no Brasil, a pandemia do COVD-19 tem um número bem menor de casos em relação à dengue, mesmo considerando seu monitoramento há apenas um mês. Em boletim divulgado na tarde de ontem (quinta-feira, 26), o Ministério da Saúde aponta 2.915 casos e 77 óbitos no período de 30 dias, desde o primeiro diagnóstico da doença em território brasileiro.

 

Neste período, o índice de contaminação por grupo de 100 mil pessoas é de 1,38 (bem inferior ao índice da dengue, que é de 191,07). Já a taxa de letalidade do coronavírus é 2,64%, muito superior (100 vezes) ao da dengue (0,026%)

 

Notícias da editoria