Diário da Serra

Paróquia Nossa Senhora Aparecida retoma celebrações presenciais nesta quarta-feira

Fabíola Tormes / Redação DS 28/04/2020 Geral

As missas presenciais reiniciam nesta quarta-feira, 29, na Igreja Matriz, com duas celebrações – às 18h e às 19h30

Geral

A Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Tangará da Serra retomará as celebrações presenciais a partir desta quarta-feira, dia 29 de abril, seguindo  as recomendações do Decreto Municipal 170/2020, que regula a abertura de igrejas e outros locais para a realização de atividades coletivas e reuniões públicas de cunho religioso, assim como do Decreto 134/2020, do Bispo Diocesano de Diamantino, Dom Vital Chitolina, que trata da participação dos fieis nas celebrações litúrgicas e demais atividades pastorais em tempo de pandemia do novo coronavírus. 


Assim, de acordo com o pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, Frei Luciano de Souza Santos, as missas presenciais reiniciam nesta quarta-feira, 29, na igreja Matriz, com duas celebrações – às 18h e às 19h30.


Na quinta a celebração será na Comunidade São Luiz Gonzaga, às 19h30; e na sexta-feira (feriado), serão seis celebrações, sendo na Matriz às 16h, e nas comunidades em diferentes horários: às 17h30 na São Paulo, às 19h na Nossa Senhora Aparecida, e às 19h30 nas comunidades Sagrado Coração de Jesus, São Cosme e Damião e também Nossa senhora de Fátima.


No sábado serão mais duas missas na Igreja Matriz, às 17 e 19 horas; assim como na Comunidade Santa Isabel, às 17 e 19h; Santa Clara, às 19h; e Divino espírito Santo, também às 19h.


Finalizando a semana, no domingo, 3 de maio, serão celebrações às 6h30, 8h, 10h, 15h, 17h e 19h na Igreja Matriz; 8h e 9h30 na Cristo Rei; 8h na São Francisco de Assis; 8h, 9h30, 17h e 19h na Sagrado Coração de Jesus; 8h e 9h30 na Santa Luzia; 9h30 na Santa Madre Paulina; 15h30 na Santa Bárbara; 17h e 19h na Comunidade Nossa Senhora de Fátima; e 18h na Nossa Senhora das Graças.


Medidas


A realização de missas, cultos e outros tipos de reuniões devem obedecer a uma série de normas sanitárias, tempo de duração e limitação de pessoas nos locais de celebrações.


O decreto municipal recomenda que as reuniões sejam limitadas a uma hora e meia de duração e que seja ocupado apenas metade (50%) da capacidade de lotação dos locais.


Idosos acima de 60 anos, crianças com até 14 anos e imunodepressivos e portadores de doenças crônicas não deverão ir às reuniões.


Outras medidas obrigatórias:


– Uso de máscaras, a todos os participantes, ainda que artesanais;
– disponibilização de álcool 70% para higienização das mãos, na entrada, bem como, preparação higienizante para calçados;
– limpeza de bancos, cadeiras, maçanetas, mesas, interruptores, janelas, telefones, instrumentos musicais, etc;
– disponibilização de locais para a lavagem adequada das mãos: pia, água, sabão líquido, etc;
– manter janelas e portas abertas;
– respeitar o afastamento mínimo de 2 metros entre os frequentadores;
– evitar contato físico entre as pessoas, ainda que seja para prestar serviços religiosos, cumprimentos e outros.

Notícias da editoria