Diário da Serra

Vereador sugere perfuração de poços artesianos em pontos estratégicos de Tangará da Serra

Alexandre Rolim / Tangará em Foco 29/04/2020 Geral

Fabão defende que é preciso um plano B para não repetir os erros de anos anteriores. “Estou registrando agora dia 28 de abril de 2020 essa preocupação. Não vou aceitar a desculpa no futuro breve"

Geral

Temendo uma nova crise hídrica em Tangará da Serra em 2020, a exemplo do que ocorreu em 2016 e 2019, o vereador Fábio Brito, o Fabão (PSDB), sugeriu ao diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE), Wesley Torres, a perfuração de poços artesianos públicos em pontos estratégicos da cidade.


O vereador fez a defesa durante a sessão desta terça, 28, da Câmara Municipal.


A sugestão, de acordo com Fabão, é para que os poços sejam perfurados imediatamente, como medida para dar segurança à população diante da possibilidade de faltar água nas torneiras de suas casas nos próximos meses. 


Fabão defende que é preciso um plano B para não repetir os erros de anos anteriores. “Estou registrando agora dia 28 de abril de 2020 essa preocupação. Não vou aceitar a desculpa no futuro breve, de que estará muito em cima para perfurar esses poços artesianos. É preciso urgentemente de um plano B para um possível desabastecimento de água em Tangará”, disse.


Para ele, começando a desenvolver um plano B agora haverá tempo hábil para evitar ou amenizar um problema futuro.


Em entrevista nesta terça-feira, 28, o diretor do Samae, Wesley Torres, assegurou que não faltará água em 2020, mas advertiu que poderá haver racionamento.

Notícias da editoria