Diário da Serra

Tangará registra primeiros casos de transmissão comunitária do Coronavírus

Fabíola Tormes / Redação DS 05/05/2020 Saúde

Tangará também registra casos de transmissão comunitária

Saúde

Desde meados de março todo o território nacional está sob o status de transmissão comunitária do novo coronavírus, que é aquela em que não é mais possível localizar a origem da infecção, indicando que o vírus está circulando entre os indivíduos que não viajaram ou tiveram contato com quem esteve no exterior/outros Estados.


Em Tangará da Serra, porém, todos os casos confirmados estavam classificados como importada e/ou local, o que mudou com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra no final da tarde da última segunda-feira, 4 de maio.


O documento trouxe a informação de que Tangará da Serra tem hoje 13 casos confirmados da doença – quatro novas confirmações, sendo nove importadas, duas por transmissão local e agora duas comunitárias. “A transmissão comunitária indica que o vírus está circulando e a gente não sabe mais quem passou para quem. Fica mais difícil de bloquear a transmissão”, alerta o médico infectologista Marco Antônio Gonçalves Junior, ao pedir que a população redobre os cuidados de higiene e fazendo uso de máscara, e mantendo em isolamento domiciliar aqueles que necessitam. “Permaneçam vigilantes”.


Ao todo Tangará da Serra tem 189 casos notificados: 13 foram confirmados para a doença, 164 descartados e 12 seguem em investigação. As informações estão relacionadas desde o dia 13 de março, quando foi notificado o primeiro caso, até a manhã desta terça-feira, 5 de maio.


Os casos confirmados por Covid-19 estão espalhados em diferentes bairros: são três casos confirmados em residências na Vila Alta, dois casos em residências nos bairros Vila Horizonte e Vila Esmeralda; e ainda um caso confirmado, cada, nos bairros Buritis, San Diego, Morada do Sol, Jardim Tangará II, Centro e no Distrito de Progresso.


Dos casos confirmados, nove são mulheres e quatro homens; nove estão curados; quatro seguem em isolamento domiciliar; e nenhum óbito registrado.
 



Notícias da editoria