Diário da Serra

Deputado pede que seja retomada obra que deveria ter sido concluída em 2017 em Tangará da Serra

Tangará em Foco 29/05/2020 Geral
Geral

Uma obra gigantesca, com previsão de investimento de mais de 6 milhões e 700 mil reais, está parada há quase dois anos em Tangará da Serra. O Centro de Eventos, almejado pela sociedade, especialmente pela classe empresarial e turística, era para ter sido concluído em março de 2017, porém, agora, 3 anos e 3 meses depois, a obra está parada.


De responsabilidade do Governo do Estado, a construção, que mais parece um elefante branco ao lado do Parque de Exposições, está parada desde novembro de 2018, e conta com investimentos do Governo Federal, através do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES).


Após ser procurado por moradores de Tangará da Serra, o deputado estadual Faissal Kalil (PV) apresentou na sessão plenária da Assembleia Legislativa, no dia 27, quinta, uma indicação para que o Governo retome e conclua a obra.


Faissal explica que a obra foi iniciada no governo de Pedro Taques e a sua falta de conclusão traz sérios prejuízos aos munícipes que necessitam de um local adequado para a realização de eventos.


Em setembro de 2019, durante encontro com o vice-prefeito Renato Gouveia (PV), o governador Mauro Mendes (DEM) prometeu se empenhar para concluir a obra do Centro de Eventos, todavia, a cidade continua aguardando a sua conclusão.


Importante frisar que Tangará da Serra conquistou em 2019 uma importante posição no Mapa do Turismo Brasileiro, figurando entre os 10 destinos turísticos de Mato Grosso, de acordo com o Ministério do Turismo (MTUR), e um Centro de Eventos amplo e com estrutura decente representaria emprego e renda não apenas para o setor, mas também para a população em geral.

Notícias da editoria