Diário da Serra

APÓS CONCESSÃO – Trecho entre Jangada e Itanorte terá 4 pedágios

Assessoria / Sinfra-MT 29/05/2020 Geral

Praças serão nos KM 22 da MT-246, no KM 90 da MT-343, além do KM 140 e KM 217 da MT-358

O valor da tarifa deverá variar entre R$ 7,50 a R$ 7,90

Aproximadamente R$ 815 milhões estão previstos para serem investidos em serviços de conservação, recuperação, manutenção e implantação de melhorias nos 233,2 quilômetros das rodovias MT-246, MT-343, MT-358 e MT-480, nos trechos de Jangada a Itanorte, com a concessão à iniciativa privada.


Os dados fazem parte do estudo de concessão das rodovias e foi apresentado durante a audiência pública realizada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) nesta quarta-feira, 27, detalhando os investimentos que terão que ser feitos pela empresa que vencer a licitação da concessão das rodovias que cortam a região de Tangará da Serra.


O estudo da concessão prevê que os investimentos sejam realizados ao longo do prazo de 30 anos. As melhorias se iniciam já no primeiro ano, com os serviços em todo o trecho.


Já do segundo ao quinto ano serão realizados serviços de recuperação e restauração do pavimento. A partir do sexto ano, serão realizadas manutenções programadas a cada oito anos. Já a conservação rotineira será realizada a partir do 7º mês, a fim de assegurar que toda a rodovia esteja em perfeitas condições de tráfego.


Entre as melhorias a serem executadas estão a adequação do traçado no segmento conhecido como “Curva da Morte”, com duas faixas de tráfego e acostamento de 2,50 metros por sentido e com separador central, bem como adequação de 17 pontes.


Estão previstas ainda quatro praças de pedágio, nos KM 22 da MT-246, no KM 90 da MT-343, além do KM 140 e KM 217 da MT-358. O valor da tarifa deverá variar entre R$ 7,50 a R$ 7,90, de acordo com o resultado da futura licitação. O funcionamento das praças, contudo, será iniciado apenas no segundo ano de concessão e somente após a conclusão dos serviços iniciais de rejuvenescimento do pavimento da rodovia, além da sinalização e uma melhoria generalizada.



Notícias da editoria