Diário da Serra

Mendes testa positivo para a Covid-19 e ficará em isolamento

Midia News 04/06/2020 Saúde

Mauro Mendes gravou um vídeo, na manhã desta quinta-feira, afirmando que está bem, em isolamento domiciliar, e não apresenta sintomas.

Saúde

O governador Mauro Mendes (DEM) foi diagnosticado com o coronavírus (a Covid-19). O resultado do exame saiu na noite de quarta-feira, 3. Segundo assessoria imprensa, ele fez a contraprova, que também atestou positivo para a presença do vírus.


Mauro Mendes gravou um vídeo, na manhã desta quinta-feira, 4, afirmando que está bem, em isolamento domiciliar, e não apresenta sintomas. “Estou bem, graças a Deus. Até agora nenhum sintoma, nenhum problema respiratório, não tive ainda febre, nem nenhuma dor no corpo. Nós não sabemos há quantos dias ocorreu essa contaminação, mas nós vamos tomar todas as medidas recomendadas pelos médicos, principalmente a de isolamento”, disse o governador.


Ele ainda informou que já está trabalhando de casa, via videoconferência, sem atendimentos presenciais. "Vou ter que me afastar da presença diária no meu gabinete, porque também fui contaminado pelo coronavírus. [...] Nós teremos que adotar, como todo cidadão, o protocolo de afastamento, de isolamento para evitar que haja uma continuidade na cadeia de transmissão", afirmou no vídeo. "Por enquanto, graças a Deus, estou isolado em um quarto na minha residência, e daqui mesmo continuarei trabalhando".
 

Mauro citou no vídeo que parte das atividades economicas de Mato Grosso estão em funcionamento e alertou a população para os cuidados para as medidas de higiênie. "Quero alertar a população de Mato Grosso: a doença é séria. Precisamos redobrar os cuidados no uso da máscara, higiene das mãos, no afastamento social. Se puder fique em casa, e se tiver que sair para trabalhar faça isso com maior nível de segurança possível. Adote a medida que estão amplamente divulgadas e de tantas pessoas que você convive", disse.
 

Casos no Governo
 

O anúncio da infecção com o novo vírus pelo governador se deu horas depois do anuncio da morte do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), Adriano Silva, na noite desta quarta-feira.
 

Ele estava internado desde o domingo, 31, no Hospital São Luiz, em Cáceres. Seu quadro clínico se agravou e ele foi intubado, com complicações no pulmão. Durante o procedimento, sofreu uma parada cardíaca e acabou falecendo já em Cuiabá, para onde foi transferido.


Ainda na quarta-feira, o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo comunicou que testou negativo para a Covid-19. No entanto, devido a cinco pessoas do seu gabinete ter testado positivo para o novo vírus, decidiu adotar as medidas de isolamento social.


Assim como governador, Figueiredo também atuará em homeoffice.
 

Conforme apurou a reportagem, secretários e servidores próximos já realizaram o exame para testar o novo vírus.
 

Números em Mato Grosso
 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) notificou, até a tarde desta quarta-feira (03), 3.029 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, com 79 óbitos. As quatro mortes mais recentes ocorreram nos municípios Rondonópolis, Rosário Oeste, Confresa e Várzea Grande.
 

Em 24 horas, surgiram 214 novos casos, um recorde desde o início da pandemia.

Notícias da editoria