Diário da Serra

Mulher com deficiência desaparece e é achada morta em rio aos fundos de igreja em MT; padrasto é suspeito

G1MT 24/06/2020 Polícia

Juscinéia Gonçalves de Matos, de 42 anos, estava desaparecida desde domingo (21). Ela era aluna da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Nortelândia.

Polícia

Uma mulher foi encontrada morta nesta terça-feira, 23, no Rio Santana em Nortelândia. De acordo com a Polícia Civil, Juscinéia Gonçalves de Matos, de 42 anos, estava desaparecida desde domingo (21). O principal suspeito do crime é o padrasto dela.


Juscinéia tinha deficiência e era aluna da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Nortelândia. Em nota, a Apae lamentou a morte da aluna.


Segundo a polícia, o corpo da vítima estava no rio aos fundos de uma igreja católica. Familiares estiveram no local e reconheceram a vítima.
 

A Perícia Oficial (Politec) foi chamada, retirou o corpo e encaminhou ao Instituto Médico Legal (IML). Um laudo deve apontar a causa da morte.
 

O padrasto dela é apontado como principal suspeito e seria a última pessoa com quem ela foi vista. A polícia não deu detalhes sobre o suspeito.


Pesar
 

“É com profundo pesar que a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, APAE de Nortelândia informa o falecimento da aluna Juscinéia Gonçalves de Matos, de 42 anos. A escola está em luto, com o devido respeito à família da aluna, colegas e toda a comunidade de nossa instituição. A Apae de Nortelândia lamenta profundamente o ocorrido e está comprometi da em garantir todo o apoio à família.

Notícias da editoria