Diário da Serra

Bombeiro inicia 'Temporada de Incêndios Florestais' com ativação de sala de monitoramento

Fabíola Tormes / Redação DS 01/07/2020 Polícia

Plataforma proporcionará maior resposta aos incêndios florestais

Polícia

O período proibitivo de queimadas na zona rural de Mato Grosso inicia oficialmente nesta quarta-feira, 1º de julho, e se estender até 30 de setembro. A decisão leva em consideração fatores climáticos e riscos que a poluição do ar traz à saúde humana, especialmente em um momento que o mundo enfrenta a pandemia da Covid-19, que é uma síndrome respiratória.


Para marcar o início da Temporada de Incêndios Florestais, o Comando Regional VI do Corpo de Bombeiros, com sede em Tangará da Serra, realizou nesta quarta uma cerimônia de ativação de sala de situação descentralizada. O espaço está presente em todas as sete regionais do CBMMT e têm a finalidade de gerir todos os recursos disponíveis para os ciclos da temporada de incêndios florestais dentro de sua área de abrangência operacional. 


“A sala funcionará com uma equipe, 24 horas, fazendo o monitoramento de todos os focos de calor na regional. Um trabalho que demanda bastante esforço, com um grande número de militares (…) um trabalho árduo, com objetivo diminuir os focos de queimada na nossa região”, ressalta o Chefe da Sala de Situação da Regional VI, Tenente BM Valmir Estevão Rampim, ao afirmar que mesmo em época de pandemia, o trabalho não pode parar. “Essa sala que passa o local onde está ocorrendo o incêndio (…) para combate e fiscalização, entre outros trabalhos inerentes ao Corpo de Bombeiros”.


A plataforma proporcionará a maior celeridade no lançamento de informações e o controle do efetivo, equipamentos e viaturas empregados nas operações de prevenção e resposta aos incêndios florestais no estado. Todo o sistema é monitorado via satélite, que oportuniza uma visão real do que está ocorrendo em toda a regional. “Nossos militares estarão na sala de olho no sistema e as equipes de solo dando o primeiro combate”.


RESPOSTA RÁPIDA - Bombeiros terão mais quatro bases descentralizadas na Regional VI


O Comando Regional VI do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso é responsável por 18 municípios e conta com a atuação de três companhias – a 3ª Companhia Independente de Bombeiros Militar de Tangará da Serra, o Núcleo de Bombeiros Militar de Campo Novo do Parecis e a 14ª Companhia de Juina.


Neste ano, como parte das ações da fase de respostas dos incêndios florestais de 2020, a Regional terá ainda quatro bases descentralizadas de bombeiros – Colniza, Alto Paraguai, Diamantino e Aripuanã. “A partir de hoje vamos estar com equipes de 10 em 10 dias nesses locais, com intuito de minimizar e reduzir os incêndios florestais na nossa regional”, explica o Comandante do Comando Regional VI do Corpo de Bombeiros, Tenente Coronel BM José Neto da Silva Lima, ao ressaltar que essas equipes complementarão o trabalho realizado nas companhias. “Cada quartel desse tem sua área de atuação. Aqui no município de Tangará da Serra, além de Tangará, somos responsáveis por seis municípios, dentro da nossa área de atuação. Então estamos preparados, com viaturas, equipamentos e pessoal para atender toda a demanda”.


O lançamento da temporada de incêndios foi realizado na manhã desta quarta-feira, 1º, ocasião em que foi realizada a ativação de sala de situação da Regional VI, assim como a entrega de viaturas e equipamentos. 

Com informações Gilvan Mello



Notícias da editoria