Diário da Serra

Menor que participou de roubo a posto de combustíveis se apresenta à Polícia; comparsa foi morto pela PM

Alexandre Rolim / Tangará em Foco 03/07/2020 Polícia

Menor ofereceu apoio para homem que assaltou posto em Tangará da Serra e dois dias depois foi morto em confronto com a Força Tática

Polícia

Se apresentou à Polícia Judiciária Civil (PJC), acompanhado de sua mãe, o menor de idade que teve participação no roubo a conveniência de um posto de combustíveis na noite de domingo, 28, na avenida Nilo Torres, em Tangará da Serra. O seu comparsa, Christian Oliveira Campos, vulgo Carrasco, de 19 anos, foi morto após reagir a uma abordagem da Força Tática na tarde de terça-feira, 30.


De acordo com o investigador Valmir Castrilon, a PJC havia chegado até o menor logo após o roubo, indo até a casa dele em um distrito de Tangará, porém, como ele não estava em casa, a mãe dele disse que o levaria até a Delegacia, o que ocorreu nesta sexta.


O menor, acompanhado de sua mãe, compareceu na Delegacia de Roubos e Furtos (DERF), onde assumiu que participou do roubo, oferecendo mobilidade para o assaltante. Eles utilizaram uma moto Honda Biz para a fuga.


“Ao final do roubo, o indivíduo menor ficou com 650 reais, metade do valor roubado. O menor informou que conheceu Christian há cerca de 20 dias e que na ocasião consumiram drogas juntos”, afirmou o investigador.


A iniciativa de efetuar o roubo, segundo a investigação, partiu do indivíduo menor, que ofereceu ao maior sua habilidade em pilotar qualquer tipo de motocicleta.


O menor está a disposição da Justiça.

Notícias da editoria