Diário da Serra

COMBATE AO COVID – Governo Federal envia R$ 226 milhões a MT; Tangará da Serra fica com R$ 4mi

Redação DS / Repórter MT 07/07/2020 Saúde

Aporte deve ser usado na melhoria dos serviços hospitalares e atenção básica

Imagem ilustrativa

O Governo Federal liberou mais R$226 milhões para os 141 municípios mato-grossenses investirem no combate à pandemia de coronavírus. Ao todo, o Governo Bolsonaro destinou R$13,8 bilhões para todo o país.


Em Mato Grosso, a maior fatia fica com a Prefeitura de Cuiabá que recebe R$32 milhões. Já Várzea Grande fica com R$6,5 milhões, quase o mesmo  que Sinop, que ficou com R$6,2. Rondonópolis recebe R$10, 2 milhões, a segunda maior fatia do Estado.


Da região, Tangará da Serra é o município que mais recebe – R$4.032.116,00. Depois, na sequência, Diamantino recebe o aporte financeiro de R$2.851.854,00; Campo Novo do Parecis R$2.511.262,00; Barra do Bugres R$2.156.332,00; Brasnorte R$1.553.782,00; Sapezal R$1.472.076,00; Nova Olímpia R$1.114.799,00; Arenápolis R$1.103.831,00; Nortelândia R$ 697.657,00; Denise R$647.767,00; Porto Estrela R$445.250,00; Santo Afonso R$324.543,00; e Nova Marilândia R$304.251,00.


O aporte financeiro é para ser usado na melhoria dos serviços hospitalares e de atenção básica por meio da aquisição de insumos e produtos, custeio de intervenções médicas, contratação de profissionais de saúde, entre outras.


De acordo com o Ministério da Saúde, o valor destinado para cada município foi calculado pelo tamanho da população e a média de recursos transferidos para a atenção hospitalar e atenção básica no ano de 2019. Para os estados, a distribuição dos recursos levou em consideração o critério populacional e os números de leitos de UTI registrados nos planos de contingência elaborados pelos estados para o enfrentamento do novo coronavírus.


Nesse segundo repasse, os 5.570 municípios do país receberão o total de R$11,3 bilhões. Já para os estados o valor repassado é na ordem de R$2,5 bilhões.
Anteriormente, o Ministério da Saúde já havia distribuído diretamente aos estados e municípios R$9,9 bilhões de recursos voltados exclusivamente para combate ao vírus. (Com informações do MS)



Notícias da editoria