Diário da Serra

Vereador desafia prefeito de Tangará da Serra a reduzir o próprio salário pela metade

Alexandre Rolim / Tangará em Foco 07/07/2020 Política

O desafio foi feito durante a sessão ordinária desta terça, 07, depois que Fábio protocolou e pediu urgência na aprovação de um projeto que, para Frare, prejudica os servidores do Município

Política

O vereador Claudinho Frare (Republicanos) desafiou o prefeito Fábio Junqueira (MDB) a apresentar um projeto de lei reduzindo o próprio salário em 50%. Ele sugere ainda que o projeto reduza também o salário dos vereadores pela metade.


O desafio foi feito durante a sessão ordinária desta terça, 07, depois que Fábio protocolou e pediu urgência na aprovação de um projeto (PLC 003/2020), que muda a legislação que regulamenta o afastamento por de servidores efetivos por incapacidade temporária ou permanente para o trabalho e idade avançada.
 

Para Frare, o projeto visa prejudicar os servidores do Município e por isso, ele se manifesta contrário ao texto. “Lanço aqui um desafio ao prefeito, já que ele [o prefeito] gosta de tirar os direitos dos servidores, eu também sou um servidor e o prefeito também é, que ele mande para essa casa [Câmara] um projeto diminuindo metade do meu salário e metade do salário dele. Quero ver se ele é homem pra fazer isso”, desafiou.
 

“Eu sou o primeiro a aprovar [um projeto do tipo], desde que venha do Executivo, reduzindo o meu salário pela metade e também o dele”, completou o vereador.
 

Quanto ganha o prefeito?
 

De acordo com o Portal da Transparência da Prefeitura, o salário do prefeito municipal de Tangará da Serra é de R$ 24.090,55. Se cortado pela metade, o que dificilmente irá acontecer, cairia para pouco mais de R$ 12.045.
 

E os vereadores?
 

Já o salário dos vereadores, de acordo com o Portal da Transparência da Câmara, é de R$ 8.414,98 (no caso do vereador Claudinho Frare). Se reduzido em 50%, o que também não deverá acontecer, cairia para pouco mais de R$ 4.212.

Notícias da editoria