Diário da Serra

TANGARÁ – “Comércio fechado há 6 meses, água já cortada e mesmo assim as contas não param de chegar”, desabafa comerciante

Alexandre Rolim / Tangará em Foco 14/07/2020 Geral

Indignação as medidas adotadas para enfrentar o coronavirus

Empresário mostra a conta d’água que recebeu

O empresário Diogo Antonio, que possui um comércio que abre no período noturno em Tangará da Serra fez um desabafo no Facebook nesta segunda-feira, 13.


Dono de um dos barzinhos mais tradicionais da cidade, o CairBar, Diogo lamenta pois, além dos prejuízos, seu negócio, que está sem faturamento, teve a água cortada pelo Samae, porém, mesmo assim as contas continuam chegando. “Comércio fechado há 6 meses, água já cortada, mas mesmo assim as contas não param de chegar”, afirma.


Ao comentar as atitudes do prefeito Fábio Junqueira (MDB), o empresário diz que o chefe do executivo se comporta como o ‘dono da cidade’. “Eaí Fábio Junqueira, prefeitão, cadê o apoio com os comerciantes do ramo noturno, que são os maiores prejudicados, você não é o dono da cidade, como diz? Então faça alguma coisa pra nos ajudar, que nos ferrou de vez, pelo menos ajude um pouco! É difícil!”, desabafa.


O motivo da indignação e desabafo de Diogo são as medidas adotadas pelo prefeito para enfrentar o coronavirus (covid-19), fechando estabelecimentos noturnos, os quais mesmo assim, a beira da falência, estão tendo que pagar impostos e taxas, como a de água.


Decretos baixados pelo prefeito vedam o funcionamento de estabelecimentos noturnos, mesmo com medidas restritivas e demais cuidados para evitar aglomeração e contato entre as pessoas.

Notícias da editoria