Diário da Serra

Mulher é mantida em cárcere privado e espancada pelo companheiro durante dois dias

Redação DS 04/08/2020 Polícia

Aos policiais, ela relatou que durante dois dias – final de semana – foi mantida em cárcere privado e sendo espancada pelo companheiro

Polícia

Uma mulher de 39 anos foi brutalmente espancada pelo companheiro durante dois dias em Tangará da Serra. Ela conseguiu escapar do agressor na madrugada de segunda-feira, 3, e ligou para a Polícia Militar. 


Aos policiais, ela relatou que durante dois dias – final de semana – foi mantida em cárcere privado e sendo espancada pelo companheiro com socos, chutes e surras com um cabo de energia. “E na residência que ela estava os pais do companheiro também estavam e nada fizeram durante as agressões”, relatou o Tenente da Polícia Militar, Marcos Costa, ao afirmar que os pais do agressor foram detidos pela polícia, uma vez que eles são suspeitos de serem coautores do crime, já que sabiam do sequestro e das agressões, mas não informaram o setor policial, assim como não ofereceram socorro para a vítima.
 

Já o agressor ainda está sendo procurado pela polícia. “Ele tem muitos Boletins de Ocorrência em seu nome, inclusive agressão contra a própria mãe (...) agrediu a mãe e o pessoal do bairro, do Jardim dos Ipês fizeram justiça com as próprias mãos, deram corretivo nele e a guarnição chegou e fez a detenção antes que a população tirasse a vida do mesmo. Porém, nesta data, agora, ele consumou outra violência, que foi contra a sua namorada”. 
 

A mulher foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros com lesões graves e rosto deformado, além de diversos hematomas e com várias partes do corpo inchadas. A mulher recebeu os primeiros socorros e foi encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Notícias da editoria