Diário da Serra

Agressor que deixou mulher em cárcere privado disse que não merece ser julgado

Agora MT 06/08/2020 Polícia

A vítima extremamente machucada conseguiu fugir do cárcere e pedir ajuda para os vizinhos

Polícia

O agressor que deixou a esposa de 39 anos em cárcere privado durante dois dias no bairro Jardim do Lago em Tangará da Serra, usou as redes sociais para explicar o motivo de sua atitude.


Edmilson Albuquerque usou uma rede social na última terça-feira, 4, para pedir desculpas pelo crime. Ele afirmou que que teve uma atitude impensada no momento da raiva e disse também que ninguém podia julgar sem saber do que realmente aconteceu.
 

Edmilson disse que a mulher teria ido até a residência por vontade própria e que ele não teria cometido o crime de cárcere privado, mas afirmou que a mulher teria roubado e o traído.
 

Agressão - Na última segunda-feira, 3, foram descobertos o cárcere e as agressões que vítima sofreu com chutes e socos, além de apanhar com cabo de energia e ter a cabeça batida diversas vezes contra a parede.  
 

A vítima extremamente machucada conseguiu fugir do cárcere e pedir ajudas para os vizinhos.  
 

O Corpo de Bombeiros foi até o local e encontrou a mulher desorientada e com diversos hematomas pelo corpo e no rosto, devido as agressões sofridas. Ela foi encaminhada para uma unidade médica, onde foi constatado que ela poderia ter fraturado uma costela. 

Notícias da editoria