Diário da Serra

Prefeitura de Campo Novo decreta luto por morte de ex-prefeito Mauro Berft

Redação DS 10/08/2020 Geral

Mauro havia passado por um procedimento cirúrgico na semana passada

Geral

Morreu na tarde deste domingo, 9, o ex-prefeito de Campo Novo do Parecis, Mauro Valter Berft aos 62 anos, vítima de agravamento do quadro de saúde, durante tratamento em hospital de Tangará da Serra. Mauro havia passado por um procedimento cirúrgico na semana passada, após sofrer um infarto. Nos últimos dias a parte cardiológica evoluía bem, mas Mauro teve uma piora em seu quadro de saúde, com complicações no pulmão.


Gaúcho de nascimento, natural Inhacorá-RS, o engenheiro civil Mauro Berft chegou ainda jovem em Campo Novo Parecis e com seu ofício conquistou seus objetivos. Na política ingressou no ano de 1993, quando foi eleito vereador por duas Legislaturas entre os anos de 1993/1996 e 1997/2000 e também prefeito por dois mandatos, 2009/2012 e 2013/2016.
 

Por seu falecimento, a prefeitura de Campo Novo do Parecis decretou luto oficial de três dias. “Campo Novo do Parecis perdeu um grande líder, prefeito Mauro Valter Berft foi pioneiro em nosso município, engenheiro civil de profissão contribuiu na transformação dessa terra. Como líder político sua atuação foi marcada pela simplicidade e o respeito”, declarou o prefeito de Campo Novo, Rafael Machado. “Nesse momento de dor e luto dos familiares e amigos, externo  meus sentimentos de condolências e rogo a Deus  que acolha no oriente eterno e ainda conceda conforto aos que sofrem”.
 

Homenagens - Mauro Valter Berft recebeu homenagens de amigos e familiares nas redes sociais. “Minhas sinceras condolências à família é amigos. Mauro sempre foi parceiro simples é humilde.. Que Deus o acolha com glória”, escreveu um seguidor, seguido por muitos outros que expressavam seu carinho por ele e toda a família. 
 

“A vida é um sopro. Feliz daquele que por aqui passou, foi humilde e agradou o coração de Deus. Nossos sentimentos à família. Sentiremos saudades do Mauro Berft, sempre foi o prefeito de portas abertas. O povo tinha livre acesso a ele. Deixará saudades!”.

Notícias da editoria