Diário da Serra

BEM VIVER – Projeto Tangará Sustentável transforma resíduos orgânicos em adubo

Redação DS 13/08/2020 Geral

Cerca de 500kg de resíduos orgânicos foram transformados em adubo

Compostagem pode ser feita em vários tipos recipientes e locais

Em junho deste ano o Projeto Bem Viver deu início a uma nova ação – o projeto Tangará Sustentável, que tem o objetivo de promover junto a comunidade ações para conscientizar sobre o destino correto dos resíduos que geramos.


Idealizado e coordenado por Tânia Cristina Niclotte e Giovana Fogliatto Marchioro, o projeto envolve diversas ações desde a educação ambiental através de vídeos e lives com profissionais da área, coleta de garrafas Pet e embalagens cartonadas (tetra parks) e a coleta de resíduos orgânicos para compostagem.


Para esta ação de transformação dos resíduos em adubo, um projeto piloto está sendo desenvolvido no Parque Tarumã, em que as idealizadoras estão coletando os resíduos orgânicos das casas da rua e fazendo o trabalho da compostagem dentro de casa e em uma horta do bairro. “Os resíduos orgânicos, que são casca de ovo, borra de café, talos de frutas e legumes, representam uma média de 50% dos resíduos que Tangará da Serra e outras cidades produzem. Muitos resíduo sque podemos transformar em compostagem, essa compostagem em adubo e esse adubo para as pessoas usarem para uma horta ou ganhar renda extra”, garante Tânia, ao afirmar que neste período, de junho até aqui, cerca de 500 quilos de resíduos orgânicos foram transformados em adubo.


Os resíduos orgânicos coletados estão fazendo parte do processo de compostagem – processo conhecido como reciclagem do lixo orgânico, onde transforma a matéria orgânica que seria descartada no lixo em adubo natural, que poderá ser usado em hortas, em jardins e plantas.


Já as garrafas pet e as embalagens tetra park são utilizadas na confecção de mudas de árvores e mudas de hortaliças, um projeto desenvolvido em parceria com acadêmicos de Biologia da Unemat. Cada garrafa se transformará em uma muda de árvore, que posteriormente será doada a comunidade para arborização e reflorestamento da cidade.


Aqueles que quiserem contribuir com o projeto, com a doação de resíduos orgânicos e/ ou garrafas pet ou ainda que queiram aprender sobre compostagem, e assim estender o projeto para outros bairros, basta procurar as responsáveis que auxiliarão no processo. O contato deve ser feito através do 99922-2990 ou na Inova Farma, localizada na Avenida das Palmeiras, esquina com a Rua 26. O ponto para coleta de garrafa pet e resíduos orgânicos é na Acomase, na Rua 26 esquina na 170, onde o projeto iniciou.



Notícias da editoria