Diário da Serra

Comitê do Fogo articula força-tarefa para atendimento de animais silvestres

Juliana Carvalho | Sema-MT 17/08/2020 Geral

Grupo está elaborando plano de contingência para prestar primeiros socorros para a fauna

Geral

O Comitê Estadual de Gestão do Fogo realizou na sexta-feira, 14, a segunda reunião da força-tarefa que prestará atendimento aos animais silvestres atingidos pelos incêndios no Bioma Pantanal. O grupo seguiu para a região no sábado, 15, para uma visita técnica que irá subsidiar a elaboração do plano de contingência.


Até o momento, integram o grupo: Coordenadoria de Fauna e Recursos Pesqueiros da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros Militar, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental e IBAMA. Da Universidade Federal de Mato Grosso, participam médicos veterinários do Hospital e do Centro de Pesquisa de Medicina e Pesquisa em Animais Silvestres, além de profissionais do Instituto de Biologia. Também estão na força-tarefa, a Procuradoria Geral do Estado, a Ordem dos Advogados do Brasil, Sesc Pantanal e médicos veterinários voluntários.
 

De acordo com dados do Centro Integrado Multiagências (Ciman-MT), cerca de 204 mil hectares da maior planície alagável do planeta já foram atingidos pelo fogo. No dia 07 de agosto foi lançada a Operação Pantanal II com o objetivo de controlar os incêndios.
 

Em campo, mais 134 pessoas estão atuando no combate ao fogo.  São 38 bombeiros militares de Mato Grosso e 12 de Mato Grosso do Sul.  Do Governo Federal atuam oito militares da FAB e 23 da Marinha, além de 14 brigadistas do ICMBio. O Sesc Pantanal disponibilizou 39 funcionários, sendo quatro em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso. 
 

Sobre o Comitê
 

O Comitê Estadual de Gestão do Fogo promove ações de prevenção, monitoramento e controle das queimadas e dos incêndios florestais, visando reduzir a incidência desses eventos em Mato Grosso.
O grupo é presidido pela Sema e a secretaria executiva é de responsabilidade do Corpo de Bombeiro Militar (CBMMT). Integram o grupo instituições públicas, empresas privadas, ONGs e entidades de classe.

Notícias da editoria