Diário da Serra

ALERTA LARANJA – Defesa Civil emite alerta por causa da baixa umidade em Tangará

Fabíola Tormes / Redação DS 18/08/2020 Geral

A umidade do ar está variando entre 12 a 20%, com risco a saúde

Estado de alerta para quase todo o Mato Grosso

O Estado de Mato Grosso, assim como Goiás, Rondônia e Tocantins, está em estado de alerta devido à baixa umidade relativa do ar. O alerta no Estado foi emitido pela Defesa Civil de Mato Grosso.


De acordo com o Superintendente de Defesa Civil do Estado, Tenente Coronel BM Marcelo Reveles, a umidade relativa do ar está variando entre 12 a 20%, com risco de incêndios florestais e da saúde. “É importante que as pessoas tomem os devidos cuidados para cuidar das vias aéreas, hidratando-se bastante, evitando atividade física intensa e, principalmente, evitando as queimadas. Lembrando que qualquer provocação de fogo neste período é crime ambiental”, alerta o superintendente.


De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o nível considerado aceitável de umidade relativa do ar é acima de 30%. Abaixo disso há vários possíveis problemas de saúde e que afetam principalmente as vias respiratórias.


Por isso, frisa o superintendente, é importante que a população siga em alerta, pois é apenas o início do período seco. A umidade relativa do ar ideal para saúde é entre 50% e 80% – por isso quando o nível fica entre 20% e 30% as regiões entram em estado de atenção, como agora.


Além deste período crítico de baixa umidade e altas temperaturas, o Estado enfrentará nos próximos dias uma mudança brusca, segundo a meteorologia.  Uma massa de ar frio polar que está prevista para o fim da semana. A previsão para Tangará da Serra é de frio na sexta-feira, 21 e sábado, 22. A mínima é de 9º e a máxima de 23º. Depois disso a temperatura já começa a subir, ultrapassando, inclusive, a casa dos 40º. Para terça-feira, dia 25, a previsão é de 41º.


Para esses dias quentes e de baixa umidade, as ações recomendadas são de muita ingestão de líquido; as atividades físicas não são recomendadas; evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia; usar hidratante para pele e umidificar o ambiente.


Em qualquer dúvida ou ocorrência ligue para Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).
 



Notícias da editoria