Diário da Serra

Convenção de PSD, Patriota e PSB para oficializar candidatura de Chico Clemente será dia 12

Assessoria 04/09/2020 Política

Os três partidos publicaram editais informando suas convenções na mesma data, horário e local: dia 12, às 18h, na sede do Lions Clube

Política

Três partidos confirmaram convenções no próximo dia 12 para oficializar a candidatura a prefeito do produtor rural Chico Clemente. O PSD, o Patriota e o PSB publicaram editais informando suas convenções na mesma data, horário e local: dia 12, às 18h00 na sede do Lions Clube. A convenção será transmitida ao vivo pela internet.


Chico Clemente é o nome de consenso para disputar a Prefeitura. A seu favor soma-se sua experiência como gestor público – ele foi secretário municipal de Infraestrutura por três ocasiões, tendo sido muito bem avaliado nos períodos em que estava na pasta – e a sua experiência de sucesso na iniciativa privada.


No evento também será anunciado o nome que comporá a chapa ao lado de Chico Clemente. Durante a convenção a coligação que será formada também lançará um programa de reuniões itinerantes nas comunidades urbanas e rurais para ouvir dos tangaraenses propostas e sugestões para o Plano de Governo.
 

OUVIR AS PESSOAS – Chico Clemente conta que pretende construir um plano que leve em consideração a opinião dos eleitores e não apenas dos líderes partidários. “Todos têm seus anseios, seus desejos, suas críticas e sugestões e isso tudo precisa ser levado em consideração por quem pretende governar ouvindo as pessoas”, explica o pré-candidato.
 

HISTÓRIA – Francisco Carlos Clemente nasceu na zona rural de cidade de Urupês, interior de São Paulo, em 1959. Em 1978, aos 19 anos, conclui os estudos em Curitiba, no Paraná, e foi aprovado no vestibular para cursar Engenharia Elétrica na UFMT, em Cuiabá. Logo no primeiro ano da faculdade conheceu a também acadêmica Lenize Botelho, com quem viria a se casar assim que se formasse, três anos depois. Já formado e casado, começou a atuar como engenheiro em Ponta Porã, Mato Grosso do Sul.


Três anos depois conseguiu uma vaga de emprego em Tangará da Serra. Gostou da cidade e principalmente das terras da região e, no Distrito de São Jorge, adquiriu uma propriedade, a Fazenda Clemente, onde plantou milho, algodão, feijão e iniciou atividades de pecuária. O filho do casal, Lucas Botelho Clemente, nasce em 1992 e no ano seguinte os primeiros bons resultados da fazenda levam Chico Clemente a optar por dedicar-se exclusivamente a administração rural. Em janeiro de 2020, Chico Clemente adquire mais uma propriedade rural, a Fazenda Harmonia, onde implanta sistema de confinamento em estrutura planejada.

Notícias da editoria