Diário da Serra

Bombeiros resgatam cutia de queimada próxima a Prefeitura em Tangará da Serra

Fabíola Tormes / Redação DS 14/09/2020 Geral

Apesar do resgate, animal morreu antes de ser encaminhado para atendimento especializado

Geral

A guarnição do Corpo de Bombeiros Militar em Tangará da Serra (3ª CIBM) resgatou neste domingo, dia 13 de setembro, um animal com graves ferimentos causados pelas queimadas na região de mata próximo a Prefeitura Municipal. Nesta mesma região um outro incêndio foi registrado na sexta-feira, 11, e atingiu cerca de 105 hectares de pastagens e área de reserva no entorno da cidade. 


De acordo com o sub-tenente BM Anjos, o resgate aconteceu neste domingo, logo após atendimento a novo foco de incêndio em área de reserva aos fundos da Prefeitura Municipal de Tangará da Serra. Eles encontraram o animal saindo da mata, uma cutia, cambaleando. “Notamos que não tinha condições de prosseguir”, relatou. 
 

Imediatamente o animal foi hidratado pelos militares,  resgatado e, inicialmente, levado para a companhia. “Para tentar salvá-lo”. Mas, infelizmente, antes de chegar ao Quartel do Corpo de Bombeiros, morreu. 
 

Ações de resgate – Para reforçar a tentativa de preservação das espécies e manutenção do ciclo da cadeia alimentar, foi montado no Estado um Comitê Estadual de Gestão do Fogo, gerenciado pelo Governo de Mato Grosso, que tem realizado uma força-tarefa diária no resgate dos animais com ferimentos causados pelas queimadas.
 

Localizado no quilômetro 17 da Transpantaneira, que liga o município de Poconé a Porto Jofre, o Posto de Atendimento a Animais Silvestres (PAEAS) foi montado para fazer os primeiros socorros e tratá-los para que possam retornar ao habitat natural com segurança. 
 

A estrutura foi iniciada no dia 30 de agosto de 2020 e desde então já recebeu mais de 13 animais de pequeno e grande porte, como onças, lobetes, iguana, anta, jabuti, garça, jaguatirica; entre outros.

Notícias da editoria