Diário da Serra

Deputados conhecem realidade do 7° Comando Regional da PM de Tangará da Serra

Assessoria 15/09/2020 Política

Os deputados estaduais Delegado Claudinei e Dr. João se comprometeram a encaminhar as demandas ao governo do estado, por meio da Sesp

Política

Os deputados estaduais Delegado Claudinei (PSL) e Dr. João de Matos (MDB) se reuniram com os comandantes e tenentes-coronéis Wendell Soares Sodré, do 7° Comando Regional da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT), e Vanilson da Silva Moraes, do 19° Batalhão da instituição, e também com o tenente-coronel do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), Fábio Ricas, na quinta-feira, 10, em Tangará da Serra, para conhecer os trabalhos desenvolvidos pela corporação.


Além de Tangará da Serra, o 7° Comando Regional atende os municípios de Porto Estrela, Sapezal, Brasnorte, Barra do Bugres, Campo Novo, Nova Olímpia e Denise.
 

De acordo com Sodré, uma das atuações em destaque da Polícia Militar é a apreensão de entorpecentes. “Este ano houve um aumento considerável de confrontos, a fiscalização aumentou o número de apreensão de drogas”, explica o comandante.
 

Maria da Penha - Outra atividade exercida pelos policiais é a Patrulha Maria da Penha, que está em execução há menos de dois anos. “O que funciona muito bem hoje, ainda por ser uma exigência, é a Patrulha Maria da Penha, sob coordenação do tenente Marcelo. Fazemos as visitas com acompanhamento de assistente social e psicólogo. Às vezes, a depender da necessidade da vítima, vai alguém da prefeitura. Também arrecadamos cestas básicas para ajudar as mulheres vítimas, dependendo do caso. Temos estrutura para atender, mas em Barra do Bugres e Campo Novo falta efetivo. Já Tangará está produzindo resultados impressionantes”, explica Wendell.
 

Na reunião, Delegado Claudinei reforçou a importância dessa atividade para proteger as mulheres vítimas de violência doméstica. “Eu tive a oportunidade de também fazer parte da implantação da Patrulha de Atendimento à Vítima (PAV), em Rondonópolis, em 2016, que contava com o envolvimento das polícias militar e civil, do Conselho da Mulher e do psicólogo. Muitas vezes, a mulher fica com medo. O cara ameaça e ela se sente obrigada a voltar. Ela ter este amparo policial e assistencial é muito importante. Bom saber que este Comando Regional está tendo êxito na atuação”, ressalta o parlamentar.
 

Viaturas - O comandante Sodré explica que a Regional conta com quatro viaturas oriundas do convênio da Estratégia Nacional de Segurança Pública na Fronteira (Enafron) firmado em 2012, juntamente com o governo de Mato Grosso e o federal.
 

“Na verdade, não usamos mais para atividade por falta de manutenção. Temos uma em Porto Estrela, uma aqui e duas em Brasnorte. Chegamos a conseguir parcerias para arrumá-las. Se vierem viaturas novas, é melhor. Tem viatura nossa que roda até cinco mil km por semana”, explica.
Estrutura – Em relação aos prédios ocupados pela Polícia Militar, Sodré diz que Tangará da Serra e Sapezal (prédio cedido pela prefeitura municipal) possuem uma estrutura adequada, mas precisam de algumas melhorias. “Construímos agora a Força Tática no Comando Regional. Este pavilhão não tem equipamentos, os computadores e as mesas são velhos, temos uma cela e estamos tentando construir um auditório”, conta o comandante.

 

Conforme Sodré, nos municípios de Barra do Bugres e Denise, os imóveis não estão apropriados para atender o trabalho dos policiais militares. Ele destaca que em Barra já está em andamento um projeto para a construção de uma unidade com a ajuda do Conselho de Segurança Comunitária (Conseg). Já em Nova Olímpia, ele conta que já acertou com o prefeito que vai ajudar a demolir o prédio atual e construir um outro no mesmo terreno.
 

Sodré ressalta ainda que em Campo Novo já firmou um acordo com o prefeito que retomou a área da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB). “Eles requisitaram e cederam para a PM. Já destinaram R$ 30 mil para fazer uma reforma rápida no prédio locado, pois há uma verba de cerca de 450 mil para poder construir um quartel novo”, detalha.
 

Equipamentos – O comandante regional disse que há poucas viaturas, sendo que possuem somente seis camionetes para atender a região e é também necessário aumentar o número de fuzis.
 

Todas as demandas apresentadas pela PM serão encaminhadas à Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp) para as devidas providências. Os parlamentares Delegado Claudinei e Dr. João são, respectivamente, presidente e membro suplente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

Notícias da editoria