Diário da Serra

Mais de 120 motoristas foram presos em operações da Lei Seca no 1º semestre de 2019 em MT

G1MT 14/07/2019 Polícia

As blitzes contabilizadas foram realizadas em Cuiabá, Campo Verde, Várzea Grande, Rondonópolis, Campo Novo e Sorriso

Polícia

Mais de 120 motoristas foram presos durante as 24 edições da operação Lei Seca no primeiro semestre de 2019 em Mato Grosso. Os dados são da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT). A maior parte das prisões foram feitas em Cuiabá. Ao todo, na capital, foram 97 detenções.


As blitzes contabilizadas foram realizadas em Cuiabá, Campo Verde, Várzea Grande, Rondonópolis, Campo Novo e Sorriso. No total, 126 motoristas foram flagrados dirigindo sob o efeito de álcool.
 

No período analisado, 1.095 Autos de Infração no Transito (AITs), sendo 416 por ingestão de álcool. Também foram realizados 2.752 testes de alcoolemia. Os policiais recolheram 314 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs), 280 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs) e removeram 566 veículos.
 

Punição - A multa para o motorista que é flagrado dirigindo sob efeito alcoólico é de R$ 2.934,70. No momento do teste do bafômetro, o condutor que tiver índice de álcool no sangue superior a 0,33 miligramas por litro de ar expelido será preso, pagará multa, terá a CNH suspensa e responderá por crime. Quando a quantidade de álcool for abaixo de 0,33mg/l, o condutor é autuado, tem a CNH retida e paga multa.

Notícias da editoria