Diário da Serra

Mulher que teve quase 70% do corpo queimado após explosão de disco deverá ser encaminhada para Cuiabá

Lucélia Andrade/Redação DS 29/07/2019 Polícia

Jovem de 20 anos está internada na semi intensiva da Upa; estado de saúde é grave

Polícia

Uma jovem de 20 anos de idade, teve cerca de 70% do corpo queimado e sofreu queimaduras de 1º, 2º e 3º graus, na manhã desta segunda-feira, 29, em Tangará da Serra. 


O fato aconteceu em uma residência localizada na Rua 24, próximo à escola 29 de Novembro, região central da cidade. 


De acordo com o condutor socorrista do Samu, Rosevelt Gomes, a vítima estava em sua casa com o marido provavelmente fazendo bife na chapa e quando foi colocar mais álcool no recipiente do disco, ele acabou explodindo.  Várias partes do corpo foram atingidas pelo fogo, inclusive as vias respiratórias. 
 

Diante da gravidade da situação, a equipe pediu apoio da ambulância de suporte avançado. No local, conforme o socorrista do Samu, foi feita a reposição volêmica de líquido, tendo em vista que a queimadura é de grande monta e acima de 20% é considerada como grande queimada. 
 

“É um estado bem complicado e fácil de se agravar. Ela [vítima] já apresentava sinais de choque hipovolêmico, pela falta de líquido no seu corpo”, afirma  Rosevelt frisando que rapidamente foi feita a medicação na vítima e posteriormente conduzida à Upa Horas onde permanece entubada e aguardando para seguir a uma ala do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) em Cuiabá.

Notícias da editoria