Diário da Serra

Nove casos diagnosticados durante campanha de combate a Hepatites Virais

Fabíola Tormes / Redação DS 30/07/2019 Saúde

Ao todo, 308 testes rápidos foram realizados durante campanha

Ações de combae seguem durante todo o ano

As hepatites virais são a causa de morte de cerca de 1,7 milhão de pessoas, por ano, no mundo. Para tentar mudar esse quadro, especialmente no Brasil, em que 632.814 notificações da doença foram registrados entre 1999 e 2018, que o Ministério da Saúde promove ações de combate a doença.


Entre as ações, está um mês inteiro com as atenções voltadas a doença – o Julho Amarelo, para alertar sobre uma doença que já causou a morte de milhares de pessoas no país. Assim, em Tangará da Serra, o Centro de Testagem e Aconselhamento e Serviço de Atendimento Especializado (CTA/SAE) intensificou o trabalho de detecção e tratamento de todas as hepatites virais, oportunidade em que 308 testes rápidos foram realizados (dados até a tarde desta terça-feira, 30). 


Desses 308 testes rápidos realizados, nove novos casos foram diagnosticados, segundo a coordenadora do CTA/SAE, Cláudia Cunha Oliveira. “Nove casos novos que já foram realizados todos os exames de rotina, de controle e alguns desses pacientes já estão com a solicitação da medicação”, explica a coordenadora, ao destacar que desses, dois pacientes que já tinham o diagnóstico, porém estavam em abandono de acompanhamento, retornaram para realizar esse acompanhamento. 


“A campanha foi muito boa. Nove diagnósticos é um número muito expressivo (…) agora continua o acompanhamento da solicitação do tratamento e a busca para que o Estado libere logo as medicações solicitadas”, finaliza, ao garantir que as ações de combate as hepatites virais seguem durante todo o ano. Os exames de detecção podem ser realizados em todas as Unidades de Saúde da Família e no Centro de Testagem e Aconselhamento e Serviço de Atendimento Especializado (CTA/SAE), que conta com uma equipe especializada, para exames e acompanhamento.
 

Notícias da editoria