Diário da Serra

Estruturas colapsadas do Tangará Shopping serão fiscalizadas por perícia estadual

Fabíola Tormes / Redação DS 31/07/2019 Polícia

Equipe iniciará trabalho nesta quarta-feira, a partir das 13h, com apoio do Corpo de Bombeiros, que já realizou primeira fiscalização e interditou local

Polícia

As estruturas colapsadas do Tangará Shopping Center, mais precisamente onde está localizada a Lojas Americanas, passará por minuciosa fiscalização por parte da Perícia Técnica do Estado de Mato Grosso. A equipe iniciará trabalho nesta quarta-feira, a partir das 13h, com apoio do Corpo de Bombeiros de Tangará da Serra, que já realizou primeira fiscalização e interditou local, ainda na noite de terça-feira.


De acordo com a Major do Corpo de Bombeiros, Poliana Simões, na terça-feira, logo após o ocorrido, os bombeiros, com auxílio das demais forças de segurança e socorro, fizeram o trabalho de busca e resgate nas estruturas colapsadas, ocasião em que duas vítimas foram socorridas e encaminhadas para UPA. A segunda vítima recebeu alta médica nesta quarta e a mulher foi transferida para um hospital particular. Seu estado é estável. “Ficamos ainda até meia noite e trinta procurando, nas estruturas, se haveria uma possível terceira vítima”, completou a major, ao destacar que a possibilidade desta terceira vítima foi descartada após minuciosa busca. “Atuamos em três frentes: a primeira fazendo as buscas, de levantar os escombros. (…) Outra frente foi desenvolvida com a participação do Shopping e a Polícia Militar, em relação ao monitoramento [das câmeras de segurança], para verificarmos se todas as pessoas que entraram, se realmente saíram. E uma terceira frente foi em relação aos números de emergência – 193 e 190, a possível vítima desaparecida, e graças a Deus não houve essa solicitação”.
 

Após o encerramento deste trabalho de busca de uma possível terceira vítima, descartado ainda na madrugada, os profissionais da segurança retornaram ao local antes do dia amanhecer. “Foi feito agora o serviço de fiscalização, que é questão da emissão dos termos de notificação, a verificação de quais são as estruturas que foram abaladas, se o colapso se propagou para as demais estruturas, se houve danificação nos preventivos de incêndio, porque temos outras lojas dentro do shopping (…) então ficamos das cinco até as 10 horas da manhã e estamos aguardando a perícia oficial do Estado, para que eles, com os engenheiros peritos, possam fazer mais alguma fiscalização e perícia, e posteriormente, com os documentos solicitados, avaliarmos se é uma interdição total ou se será somente parcial do local onde desabou”, explicou.
 

Ainda em entrevista à imprensa, a major do Corpo de Bombeiros informou que o incidente, pelo que tudo indica, ocorreu por excesso de peso na reforma que estava sendo feita. “Pelo que pudemos observar, até mesmo constará no laudo do Corpo de Bombeiros, foi excesso de carga. Colocou-se muito peso em cima do telhado, o que fez com que as estruturas colapsassem”. Por enquanto o Tangará Shopping segue interditado. 

 

Nota de esclarecimento:  O Tangará Shopping Center por meio da presente vem comunicar a todos os seus clientes, lojistas e colaboradores, que em razão do caso fortuito acontecido no dia 30.07 nas dependências da Lojas Americanas, estaremos temporariamente com nossas atividades ao público, suspensas, até que haja total regularização do nosso espaço em comum, junto aos órgãos competentes, afim de zelar pelo bem estar de nossos clientes, e transeuntes. Informamos ainda que estamos prestando total assistência as pessoas que foram prejudicadas com o triste episódio ocorrido, e que o mais breve possível estaremos retomando nossas atividades normalmente.

Notícias da editoria