Diário da Serra

MTI discute o uso da ‘nuvem’ no setor público

Karine Miranda / MTI 02/08/2019 Geral

O serviço foi discutido em evento que reuniu técnicos de vários órgãos

A discussão ocorreu durante o evento Tech Day Cuiabá

Analistas e profissionais de Tecnologia da Informação (TI) de diversos órgãos públicos do Governo do Estado discutiram a utilização dos serviços em nuvem de armazenamento de informações pelo setor público. O objetivo foi debater sobre como este serviço pode contribuir para o aperfeiçoamento da prestação dos serviços à sociedade.


A discussão ocorreu durante o evento Tech Day Cuiabá, promovido pela Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI). Além da discussão, os profissionais tiveram a oportunidade de participar de um laboratório para conhecer, na prática, como funcionam os serviços em nuvem.


De acordo com o vice-presidente da MTI, Cleberson Gomes, a empresa pode ser a interlocutora e iniciar as discussões sobre os benefícios de se utilizar a nuvem pública, que fornece serviços de computação – servidores, armazenamento, bancos de dados, rede, software, análise – pela internet, sempre disponível para uso. “A MTI, no seu novo papel de prover tecnologia para o Estado, está fomentando a discussão dentro do setor público para desmistificar a utilização da nuvem pública. É um evento para o qual todo o setor público foi convidado”, disse o vice-presidente. Durante o evento foram destacados os benefícios para a esfera pública do uso dos serviços em nuvem, como a economicidade, segurança e possibilidade de inovação, por exemplo.  


Atualmente, o Tribunal de Contas da União e o Governo do Ceará adotaram os serviços em nuvem, enquanto o Ministério da Economia já publicou uma instrução normativa de que os órgãos federais que necessitem criar, ampliar ou melhorar a infraestrutura de centro de dados, deverão fazê-lo por meio da contratação de computação em nuvem.
 

Notícias da editoria