Diário da Serra

Justiça participa de projeto de leitura da Ordem DeMolay

Álvaro Marinho / Assessoria 07/08/2019 Geral

A ideia é arrecadar livros para serem doados a escolas da rede pública da Capital

Projeto “Bibliotecas Solidárias”

Incentivar a leitura e, consequentemente, oferecer mais acesso ao conhecimento. Esta é a proposta do Projeto “Bibliotecas Solidárias”, criado pelo Capítulo Cuiabá Nº 103 da Ordem DeMolay, que conta com o apoio do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. A ideia é arrecadar livros para serem doados a escolas da rede pública da Capital.


“Vamos instalar caixas coletoras nas entradas da sede do Poder Judiciário, e as pessoas podem depositar os livros até 30 de agosto”, diz Luka Trasel Mazon, mestre conselheiro da Ordem DeMolay. Os livros podem ser de qualquer gênero, como, por exemplo, obras literárias infantis e juvenis, bibliografias, histórias em quadrinhos, periódicos, literatura de cordel e dicionários das línguas portuguesa, inglesa e espanhola.


“Essa iniciativa é de extrema importância para a formação intelectual dessas crianças e adolescentes que serão atendidos pelo projeto. E é por isso que estamos participando dessa ação. Os idealizadores estão de parabéns com esse gesto de cidadania”, assegura o presidente do TJMT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha.

Notícias da editoria