Diário da Serra

Assentados estão preocupados após mortes de macacos

Tangará em Foco 08/08/2019 Saúde

A Vigilância Epidemiológica de Tangará da Serra foi comunicada

A denúncia foi mostrada pela TV Cidade Verde

Os moradores da Agrovila 23 do Assentamento Antonio Conselheiro, região conhecida como Sete Ilhas, às margens do Rio Sepotuba, em Tangará da Serra, ficaram preocupados essa semana depois que um macaco foi encontrado morto e outros foram encontrados agonizando, aparentemente doentes, em sítios da região.


A denúncia foi mostrada pela TV Cidade Verde. Uma das moradoras explicou que sua preocupação é em relação à doenças transmitidas por macacos, como a febre amarela. Ela relatou que um primata foi encontrado morto próximo ao rio, e pelo menos outros dois apresentavam características típicas de seres adoecidos, sem capacidade de locomoção, por exemplo.


A Vigilância Epidemiológica de Tangará da Serra foi comunicada dos fatos e afirmou que já está acompanhando o caso. Amostras de sangue foram coletadas e encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso (Lacen), em Cuiabá, que está analisando o caso. O resultado da análise deverá sair em alguns dias.
 

Notícias da editoria