Diário da Serra

Menina de 6 anos desaparece em Tangará da Serra e mãe acusa o ex de tê-la raptado

Tangará em Foco 09/08/2019 Polícia

Mãe conversou com reportagem do site Tangará em Foco

Polícia

Uma cabeleireira de 28 anos de idade, moradora do Bairro Jardim dos Ipês, em Tangará da Serra, acusa o ex-companheiro de ter raptado sua filha, uma criança de apenas 6 anos, de dentro do Centro Municipal de Ensino Fábio Diniz Junqueira, nessa quinta-feira, 08. O caso foi registrado na Polícia Judiciária Civil (PJC) e está sendo investigado.

 

Camila Marques contou que está separada há 6 dias do suposto raptor, o qual, apesar de não ser pai biológico da criança, aparece como pai no registro de nascimento de Maria Eduarda.

 

Nessa quinta, garante Camila, ele foi até a escola e aproveitou-se do fato de já ser conhecido dos servidores da instituição de ensino e levou a garota, sem a autorização da mãe. “As professoras viram e falaram com ele, os alunos e o meu outro filho também viram ele lá” disse ela, acreditando que a filha foi levada para a casa da ex-sogra, local onde ele está morando atualmente.

 

A cabeleireira conta ainda que o ex não aceita o fim do relacionamento e tem feito isso para se vingar. “Eu larguei ele e ele não aceita, faz isso pra se vingar, até acusou meu pai de estuprar minha filha, mas não é verdade, ele fez isso pra ganhar tempo”, relatou, garantindo que o suposto raptor tem apoio de outra pessoa, que o empresta uma motocicleta para fugir.

 

Camila teme que o ex-marido e o suposto comparsa façam algum mal à menina. Ela foi, inclusive, para as redes sociais pedir ajuda à população para encontrar a filha. “A gente não precisa apanhar ou sofrer para ter um lar e comida para dar aos nossos filhos”, escreveu, dirigindo-se às mulheres que não se separam ou não denunciam seus agressores.

 

A mãe pede que se alguém tem alguma informação sobre a garota, que mantenha contato pelo telefone 65 9 9361-4566 ou ligue para a polícia no 190 (PM) ou 197 (Polícia Civil).

Notícias da editoria