Diário da Serra

MAIS DE R$ 380 MIL Tangará tem maior arrecadação para Fundo da Criança e Adolescente

Fabíola Tormes / Redação DS 13/08/2019 Geral

Tangará é primeira cidade do Estado em arrecadação para o Fundo

Comparativo coloca Tangará na primeira colocação

Tangará da Serra segue no topo da lista das cidades do Estado de Mato Grosso que mais arrecadam doações aos Fundos Municipais da Criança e do Adolescente. O resultado da campanha de doações deste ano colocou o município em primeiro lugar em doações de pessoas físicas, que foram descontadas na declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF).


As informações foram divulgadas pela Associação para Desenvolvimento Social dos Municípios do Estado de Mato Grosso (APDM). Ao todo, o Município conseguiu arrecadar para o Fundo o montante de R$ 381.953,04, enquanto que a Capital do Estado, Cuiabá, na segunda colocação, arrecadou R$ 238.469,27 – uma diferença de R$ 143.483,77.


No ano passado Tangará da Serra ficou em segundo da lista, com total de R$ 207.593,48 de repasse de doações para o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente. Cuiabá liderou, com R$ 330 mil arrecadados.


Todos esses recursos, segundo a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Tangará da Serra, Selma Cristina Cavalcante dos Santos, são destinados para a aplicação em projetos sociais voltados para a criança e o adolescente, sendo que o último repasse foi de R$ 289.630,86, divididos entre o Projeto Cultural Capoeira, da Associação Cultural de Capoeira Capuerê (R$ 76.880,00); Projeto Arteterapia, da Casa Transitória da Criança (R$ 20.610,00); Projeto SuperAção, da Apae Tangará (R$ 47.924,20); Projetos Sociais Instituto Pró Vale, do Instituto Vale do Sepotuba de Responsabilidade Social Pró-Vale (R$ 64.236,56) e Projeto Social da Associação Fonte de Luz (R$ 79.980,10). O chamamento para a seleção de projetos foi feita em 2017 e os Termos de Fomento para a execução dos projetos assinados em 2018. “Neste ano algumas entidades estão em fase de prestação de contas, outras solicitaram aditivos e/ou ainda não apresentaram prestação de contas”, concluiu.

 

 

Conselho analisa abertura de novo edital de chamamento público

Quanto ao financiamento de novos projetos sociais, através do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Tangará da Serra,  Selma Cristina Cavalcante dos Santos, explica que o Conselho analisará o diagnóstico da situação de crianças e adolescentes no município de Tangará da Serra para a abertura de novo edital de chamamento público.  “Ressaltamos que para participar do processo de seleção de projetos para receber o financiamento do Fundo é necessário que a entidade esteja cadastrada junto ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e com certidão válida”, alerta. Mais informações quanto ao Cadastro e/ou Renovação do registro das entidades podem ser obtidas junto a Sala dos Conselhos que está localizada no prédio da Prefeitura Municipal.

 



Notícias da editoria