Diário da Serra

Lixeira é destruída no centro de Tangará da Serra e gera revolta

Paulo César Desidério / Redação DS 14/08/2019 Geral

As lixeiras foram colocadas nas calçadas da Avenida Brasil, especialmente na região central da cidade

Geral

Um ato de vandalismo foi registrado na Praça da Igreja Matriz em Tangará da Serra. Uma lixeira de madeira foi completamente destruída. 


Em postagem nas redes sociais, o prefeito Fábio Martins Junqueira lamentou a atitude e classificou como "um ato de vandalismo" feito por "criminosos destruindo patrimônio público". As lixeiras foram colocadas nas calçadas da Avenida Brasil, especialmente na região central da cidade.


Magno César, secretário municipal de Meio Ambiente, foi outro a repudiar o ato. "Isso aí é do Povo, é meu, é seu. Nós é que pagamos a conta desses canalhas destruidores da coisa pública", escreveu em sua conta no Facebook. 

 

Recentemente, casos de depredação contra o patrimônio público vem sendo registrados no município. Uma creche que estava prestes a ser  inaugurada foi alvo de baderna no Monte Líbano.

Notícias da editoria