Diário da Serra

Projeto ganha nova etapa em Mato Grosso

Rejane Costa / AgroEffective 20/08/2019 Geral

Objetivo é recuperar 700 quilômetros de rios

SLC Agrícola ministra em escolas sobre educação ambiental

A SLC Agrícola desenvolve nos meses de agosto e setembro, em Mato Grosso, novas ações dentro do projeto “Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal”, desenvolvido pela empresa em parceria com a organização não-governamental WWF-Brasil. Ao assinarem o termo de adesão, todos os parceiros se comprometem a realizar ações de conservação e preservação das águas da área conhecida como Cabeceiras do Pantanal.  A iniciativa, que também envolve outros integrantes, tem como objetivo recuperar 700 quilômetros de rios e, pelo menos, 30 nascentes, de uma área percorrida pelo rio Paraguai e afluentes como Sepotuba, Cabaçal e Jauru.


A responsável pelo projeto na SLC Agrícola, Paula Silvério, coloca que ao aderir ao Pacto cada signatário precisa escolher três dos mais de 30 desafios propostos pelo Projeto e que a empresa se comprometeu com Educação Ambiental, Recuperação de Nascentes e a garantia do direcionamento dos recursos disponibilizados para as ações desenvolvidas.


Conforme Paula, esse projeto está muito alinhado com a missão da SLC Agrícola que é o “Sonho Grande”, ou seja, o sonho de impactar positivamente as gerações futuras. “A partir do momento em que trabalhamos com educação ambiental dentro das escolas, conseguimos mostrar a importância do indivíduo dentro do contexto das questões ambientais e da sustentabilidade”, afirma.


Paula defende a necessidade de ser realizado um trabalho contínuo de educação ambiental e lembra que a SLC Agrícola tem equipe capacitada para levar as informações aos professores, que por sua vez irão trabalhar com o tema no dia a dia da escola. “O projeto, dentro da SLC Agrícola tem duração de dois anos, mas acredito que trata-se de uma grande oportunidade para a empresa prorrogá-lo ou mesmo dar seguimento a novos projetos”, observa.
 

Notícias da editoria