Diário da Serra

Tangaraense que teve 60% do corpo queimado ao acender fogão improvisado volta para casa

G1 MT 21/08/2019 Geral

Carlos Eduardo recebeu alta médica depois de quase 40 dias internado no Centro de Tratamento de Queimados, em Cuiabá

Geral

O adolescente Carlos Eduardo, de 15 anos, recebeu alta médica depois de quase 40 dias internado no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Pronto Socorro de Cuiabá. Ele teve 60% do corpo queimado ao tentar acender um fogão improvisado, na quitinete em que mora com a família, em Tangará da Serra.


O acidente ocorreu no dia 11 de julho. De acordo com o irmão da vítima, ao tentar jogar álcool para aumentar a intensidade do fogo, foi atingido pelas chamas. Ainda segundo o irmão, a família estava sem gás e, por isso, improvisaram um fogão em cima da pia. O incêndio também atingiu as paredes de casa.


Carlos Eduardo vai precisar ficar seis meses sem sair da casa. E vai continuar o tratamento em casa com uso de medicamento e pomadas para pele. O adolescente e a família dele chegou de Alagoas há cerca de cinco meses. Foram para Tangará em busca de trabalho. Entretanto, até o momento, ninguém conseguiu emprego. A família está vivendo de doações e benefício do governo federal.

Notícias da editoria