Diário da Serra

Comissão da Câmara aprova moção de pesar a pioneiro na produção de álcool e açúcar em MT

Assessoria 22/08/2019 Geral

João Nicolau Petroni morreu aos 88 anos no último final de semana em Cuiabá

Foto: Reprodução

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos deputados aprovou, nesta quarta-feira (21.08), Moção de Pesar pelo falecimento de João Nicolau Petroni - pioneiro no setor sucroenergético do Estado de Mato Grosso.

 

Autor da iniciativa, o deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade) fez um relato sobre os feitos que marcaram a trajetória do ex-presidente do Grupo Barralcool: foi fundador e primeiro presidente do Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso (Sindalcool-MT) os cargos de diretor e de vice-presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt). João Nicolau Petroni faleceu em Cuiabá, aos 88 anos, no último final de semana (17.08).

 

“Um homem, à frente do seu tempo, que esteve sempre lutando pela melhoria da atividade sucroalcooleira. Foi também responsável pela fundação da Ecomat – empresa pioneira nas pesquisas industriais de biocombustíveis no Brasil. Em 2013, ele foi premiado na categoria ‘Mais Influentes do setor sucroenergético’ pelo MasterCana Brasil. Prestamos solidariedade aos familiares e amigos do senhor João Nicolau, bem como a todos os membros da indústria sucroalcooleira de Mato Grosso”, afirmou Dr. Leonardo, na homenagem.

 

De acordo com o parlamentar, Petroni foi um empresário visionário que decidiu distribuir os lucros da empresa aos associados em forma de insumos para incentivar o plantio e garantir a matéria prima, o que era essencial para a competitividade dos negócios. Também foi um dos responsáveis por fazer da Barralcool a primeira exportadora para o mercado andino, pioneira, também no aproveitamento do bagaço de cana para geração de energia, cujo excedente passou a abastecer a cidade de Barra do Bugres.

 

“A produção da Usina marcou um divisor histórico na economia e no desenvolvimento social de Mato Grosso. Sua preocupação com os funcionários e comunidade sempre foi um dos diferenciais da empresa que tem entre as preocupações doar o material escolar para os filhos dos trabalhadores, como forma de incentivo aos estudos. Há 12 anos a Barralcool mantém o projeto Doce Vida que atende 200 crianças e adolescentes (em contra turno escolar) matriculadas; e oferece em torno de 16 oficinas, atendendo nesse sistema mais 480 frequentadores”, completou.

Notícias da editoria