Diário da Serra

Deputado sugere proteção federal à cachoeira Salto Maciel, em Tangará da Serra

Assessoria 23/08/2019 Geral

Atualmente, a cachoeira é protegida por unidade municipal e sofre com insegurança jurídica

Foto: Reprodução internet

O deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) sugeriu ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, a criação de uma unidade de conservação para proteger a cachoeira Salto Maciel, localizada no município de Tangará da Serra, Médio Norte de Mato Grosso. Atualmente, a cachoeira é protegida por unidade municipal e sofre com insegurança jurídica.


“Para proteger e dotar a cachoeira da infraestrutura necessária foi criado pelo município de Tangará da Serra uma Área de Proteção Ambiental Municipal na área. O problema é que o terreno é de propriedade do Incra (Instituto de Colonização e Reforma), o que suscita dúvidas sobre a legalidade do ato de criação da unidade de conservação e, consequentemente, sobre as possibilidades de implementação da APA pelo Município”, relatou Dr. Leonardo.


A sugestão foi feita através da indicação 1229/2019. A ideia é que, por intermédio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), seja criada uma unidade de conservação federal para assegurar a conservação desse importante patrimônio ambiental. A exploração turística do local poderia bancar os próprios custos para criação e manutenção da área de proteção, defende o deputado.


Situada no Assentamento Antônio Conselheiro, a cachoeira Salto Maciel é conhecida por sua beleza. Entretanto, o difícil acesso e a ausência de infraestrutura e de segurança prejudicam o acesso e o uso da área pela população local. Muitos dos que conseguem ter acesso à cachoeira relatam brilhantes experiências em contato com a natureza, mas também relatam os perigos e dificuldades para chegar ao local.

Notícias da editoria