Diário da Serra

Sebastian cobra soluções para problemas pontuais na rede de Educação tangaraense

Marcos Figueiró / Assessoria 30/08/2019 Educação

Ele voltou a cobrar a conclusão da construção da escola do Tarumã

Em reunião com a secretária Marioneide e o secretário adjunto

Professor Sebastian (PSB) esteve esta semana na Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso. Ele se reuniu com a secretária Marioneide Angélica Kliemaschewsk e o secretário adjunto Alan Porto, quando apresentou problemas pontuais de pelo menos cinco escolas mantidas pelo Estado em Tangará da Serra e voltou a cobrar a conclusão da construção da escola do Jardim Tarumã.


“Com relação à quadra poliesportiva e reparos na escola Ernesto Che Guevara, no Assentamento Antônio Conselheiro, ficou encaminhado que poderá ser solicitada verba emergencial para a mesma e com relação a solicitação da escola Bento Muniz para transferência para a escola em construção no Jardim Tarumã a secretária se comprometeu a fazer os encaminhamentos necessários junto ao planejamento para análises e vistorias técnicas. Segundo a secretária, a escola do Tarumã poderá ser concluída ainda no final deste ano”, afirmou o vereador Professor Sebastian após a reunião.


O vereador pediu urgência na instalação de postos de transformação das escolas estaduais Antônio Casagrande, Doutor Hélcio de Souza, Emanuel Pinheiro, Ernesto Che Guevara e Ramon Sanches Marques. Como resposta, o vereador foi informado que a empresa responsável receberá no prazo de 15 dias a ordem de serviço. Sobre a solicitação de investimentos em mobiliário para o refeitório na escola Ramon Sanches Marques a informação é de que a licitação terá andamento nos próximos dias.


“Também cobramos a solução para a necessidade de alvará de segurança de pânico e incêndio na escola Doutor Hélcio de Souza e demais escolas. E fomos informados de que a secretária está mantendo diálogo com o Corpo de Bombeiros e isso deve resultar em um termo de cooperação para a solução no mais breve prazo possível”, explica o parlamentar, adiantando que a ação deve integrar ainda a capacitação de brigadistas e a elaboração e distribuição de cartilhas orientativas nas escolas.


Na reunião, o vereador solicitou ainda um calendário específico adaptado para a realidade vivida pelos alunos da zona rural.



Notícias da editoria