Diário da Serra

SEMANA DA PÁTRIA

Sebastian Ramos 01/09/2019 Artigos

Ao lembrarmos a semana em questão é salutar revermos nosso papel na sociedade quanto as boas ações que estamos fazendo

Artigos

Chamamos de SEMANA DA PÁTRIA a primeira semana do mês de setembro onde antecede o dia 7 que celebramos a Independência do Brasil. Falar da Pátria é sempre muito importante, pois somos parte dela na condição de cidadãs e cidadãos e como povo brasileiro. A importância da pátria é a de respeitar a si mesmo como cidadã (o) e respeitar a outra pessoa da mesma forma, porque a pátria pela pátria não é nada sem as pessoas que a formam. É a condição de cidadania que talvez mais nos alerta para o compromisso com a pátria. É comum nesta época, as escolas realizarem atividades alusivas à Semana da Pátria ou ao dia 7 de setembro. Aplausos para as escolas e para a educação que ainda cumprem este ofício de despertar o sentimento de patriotismo nas pessoas e automaticamente na sociedade.  Não existe uma receita pronta ou um script a seguir para ser um bom patriota ou uma boa patriota, isso pode ser percebido através das atitudes de cada pessoa no compromisso com sua cidade, com seu estado e com seu país. Muito além de conhecer e respeitar os símbolos nacionais, cantar o hino brasileiro sem errar a letra, vestir-se com a bandeira do Brasil em momentos esportivos ou de protestos, ser comprometido (a) com  a pátria é um ato diário de cidadania, cumprindo seu papel de fazer parte de um todo, mesmo sabendo que o todo não será jamais igual o que penso, o que sou e da forma que eu ajo. A Semana da Pátria pode ser um momento no ano para renovarmos nossas esperanças e expectativas de que o país que moramos conta com cada pessoa que aqui nasceu, conta com cada pessoa que aqui mora e mais ainda conta com cada mudança de atitude que possamos ter para a prática do bem. Ao lembrarmos a semana em questão é salutar revermos nosso papel na sociedade quanto as boas ações que estamos fazendo ou deixando de fazer, transferir responsabilidades nossas para outras pessoas não é a melhor forma de ser patriota, é preciso assumir o protagonismo da cidadania e no dia a dia nas pequenas e nas grandes ações deixar a marca de um bom cidadão e uma boa cidadã. Os princípios éticos e morais podem nos ajudar a enredar essa história. Colaborar com um país justo, honesto, solidário, humano, ético é responsabilidade de todas as pessoas que aqui estão. Promover boas ações no cotidiano costumam contribuir para um futuro melhor. Exercer a cidadania diariamente é um compromisso de todos (as), ainda que as esperanças pareçam se esvaírem. 
Prof. Me. Sebastian Ramos

professorsebastian@hotmail.com



Notícias da editoria