Diário da Serra

Movimento pede ciclovias às margens da MT-358 em Tangará da Serra

Paulo Desidério / Redação DS 02/09/2019 Geral

Unemat e Associação dos Caminhoneiros encabeçam movimento

Geral

O movimento 'Pedale com segurança' está organizando um abaixo-assinado para requerer junto às autoridades competentes a anexação de ciclovias às margens das Avenidas Inácio Bittencourt e André Maggi, em três diferentes pontos. O pedido abrange os trechos Vila Goiás-Unemat, Unemat-Distrito de Progresso (ambos na MT-358) e Trevo da Melancia-Parque de Exposições (Anel Viário).

 
De acordo com a organização do movimento, a justificativa para a implantação das ciclovias é a segurança dos diversos ciclistas que utilizam a via todos os dias. Trabalhadores, estudantes, ciclistas amadores e de alto rendimento foram os grupos mencionados na solicitação. "Devido o intenso tráfego de caminhões, carros e motocicletas e as precárias condições de segurança da rodovia para os ciclistas e pedestres com a ausência de acostamento e ciclovia, já ocorreram inúmeros acidentes envolvendo esse tipo de locomoção, que está cada vez mais sendo utilizada pelos moradores de bairros próximos a rodovia, trabalhadores das empresas situadas às margens da mesma, servidores e acadêmicos da Unemat que fazem este trajeto diariamente", diz trecho de documento emitido pelo movimento.

 

A iluminação, recém introduzida na rodovia, também foi destacada no documento, uma vez que possibilita maior fluxo de ciclistas para prática de exercícios físicos também no período noturno. A questão ambiental também foi um argumento pró-ciclovia apontado pelo grupo. "A ciclovia é do interesse de todos. Motociclistas, motoristas de carro, de ônibus, caminhões, ciclistas e pedestres. Uma bicicleta a mais na rua significa menos veículos na cidade, na rodovia e, consequentemente, menos poluição também", diz o documento.

 

O movimento 'Pedale com Segurança' é formado pelo campus da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e Associação e Sindicato dos Caminhoneiros de Tangará da Serra. Assinaturas estão sendo recolhidas para demonstrar apoio popular à iniciativa. Além da universidade e da associação, as assinaturas podem ser feitas na 22ª Ciretran.

Notícias da editoria